Brad Wilk quase tocou no Pearl Jam
 

Tá aí uma história dos bastidores do rock que a gente não conhecia.

Brad Wilk, baterista conhecido pelo seu trabalho no Rage Against The Machine e atualmente no Prophets Of Rage (além de ter gravado o último disco do Black Sabbath), quase assumiu as baquetas do Pearl Jam enquanto a banda gravava seu disco de estreia na Inglaterra.

Quem contou a história foi o próprio no podcast Let There Be Talk, onde revelou que tudo aconteceu durante a mixagem de Ten, quando Eddie Vedder avisou que a banda estava sem baterista e ligou para Wilk pedindo para que ele ouvisse uma fita das músicas e fosse à Europa:

Eu caguei nas calças. Eu nunca havia saído do país, eu tive que fazer a porra do passaporte, aí ouvi as músicas e eu era super jovem na época [23 anos de idade], e pensei, ‘Agora é a minha hora. Essa é a minha chance.’

Eu fui pra Europa e nós tocamos juntos, eu e Eddie nos conhecíamos, e estávamos nos conectando na Europa, mas para os outros membros da banda eu só era ‘o cara novo’.

Para resumir, eu fui até lá, e a gente não se conectou musicalmente, principalmente com Jeff Ament, que é um baixista incrível, um cara maravilhoso… não importa o quanto você é bom, a química é fundamental. Apenas não estava se encaixando… eu não era o cara.

Wilk passou uma semana na Inglaterra com o Pearl Jam antes de voltar pra casa, e no mesmo mês que Ten foi lançado (Agosto de 1991) o Rage Against The Machine foi fundado.

Pearl Jam

Quem gravou as baterias de Ten foi Dave Krusen, mas ele saiu do Pearl Jam após as sessões do álbum para se internar em uma clínica de reabilitação, já que enfrentava sérios problemas com o álcool.

No seu lugar entrou Matt Chamberlain, que aparece no clipe de “Alive”, mas pouco tempo depois ele deixou a banda de Eddie Vedder e companhia para se juntar à banda do programa de televisão Saturday Night Live.

Após sugestão do próprio, o novo baterista do Pearl Jam foi Dave Abbruzzese, que ficou no grupo até 1994. Jack Irons o substituiu na ocasião e ficou até 1998, quando Matt Cameron, do Soundgarden, assumiu as baquetas do Pearl Jam e nunca mais as deixou.

LEIA TAMBÉM: Aaron Paul (Breaking Bad) conta história incrível envolvendo o Pearl Jam