Tarantino revela que Tom Waits quase apareceu em “Cães de Aluguel”

 

Em seu aniversário de 25 anos, o filme Cães de Aluguel ganhou um painel no festival de TriBeCa, onde Quentin Tarantino se reuniu com seu elenco original e compartilhou inúmeras histórias sobre o filme, inclusive que Tom Waits fez uma audição para participar do longa.

Segundo fontes, o diretor contou que conheceu muitas pessoas diferentes durante o processo de escolha do elenco.

Tom Waits entrou e começou a ler. Eu fiz Tom Waits ler o discurso sobre a Madonna só para eu poder ouvir de sua boca.

O diretor também contou que um dos melhores elogios que já recebeu foi do músico:

‘O roteiro é ótimo, é como poesia’, e ninguém nunca tinha dito que meu trabalho é poético, principalmente um poeta.

Durante a conversa, Tarantino lembrou que todos os atores queriam interpretar outros personagens do que acabaram interpretando, exceto Tim Roth. Michael Madsen, por exemplo, queria ser Mr. Pink mas acabou sendo Mr. Blonde.

Claro que no final a decisão de Madsen interpretar Mr. Blonde acabou sendo melhor, pois uma das cenas mais icônicas do filme não seria a mesma sem Madsen: a cena de tortura.

Tarantino contou também que quando o filme estreou no festival de filme Sundance, Steve Buscemi disse ao diretor que a cena de tortura estraga o filme e então Tarantino respondeu: “Do que você está falando? É a melhor coisa da porra do filme inteiro! Você viu quantas pessoas saíram da sala? Isso sim é bom.”

Depois disso, Quentin começou a contar quantas pessoas saíram da sala em que o filme estava sendo passado em outras ocasiões. O recorde foi de 33 pessoas saindo ao mesmo tempo.

Confira um trecho do que rolou no festival e veja diversas fotos do elenco de Cães de Aluguel reunido 25 anos depois por aqui.

LEIA TAMBÉM: No festival TriBeCa, o diretor Quentin Tarantino relevou que Tom Waits foi a uma audição do filme ‘Cães de Aluguel’ e leu o discurso sobre a Madonna.

Comentários