YouTube

YouTube

O YouTube ficou menos visto nos últimos dias. O site não foi menos acessado por conta das festas de fim de ano. O problema foi que 2 bilhões de visualizações foram retiradas de diversas contas por alegação de serem “falsas” ou “mortas”. Os principais usuários afetados foram de gravadoras.

A Universal Music ficou em primeiro lugar e perdeu 1 bilhão de visualizações. Sua conta no YouTube ficou com apenas cinco vídeos e nenhum deles é um clipe. A Sony/BMG, que ficou em segundo lugar, perdeu mais de 850 milhões de visualizações e sua conta ficou com três vídeos.

“Isso não foi um bug ou uma falha de segurança. Isso foi uma execução de nossa política de contagem de visualizações”, anunciou um representante do Google.

As gravadoras culparam a limpeza que ocorreu pelo fato de seus vídeos terem sido migrados para canais diferentes dentro do próprio site. Através do site SocialBlade, que analisa o YouTube, a reportagem do Mail Online conseguiu conferir quais contas sofreram mais com a dita limpeza.

Uma das principais causas para que o serviço de compartilhamento de vídeos retirasse tantas visualizações foi por conta da  sua política de divisão de receita gerada com seus parceiros.

A matéria do Mail Online ainda falou sobre a questão de “venda de visualizações”, realizada por alguns usuários que tiveram seus vídeos deletados por violar alguma norma do YouTube. Só que, de acordo com a Billboard, atualmente essas visualizações de vídeos mortos estão sendo retiradas da plataforma.

Enquanto uns perdem 1 bilhão, outros passam dessa marca: