Daniel Ek
Foto por Magnus Höji / Creative Commons

Depois de reajustar para cima os preços de assinatura nos Estados Unidos, o CEO do Spotify vem sofrendo duras críticas por uma opinião no mínimo polêmica publicada em suas redes sociais há alguns dias.

Nesta segunda-feira (3), o streaming de música e áudio aumentou entre US$ 1 e US$ 3 os preços dos planos Individual, Duo e Família para usuários norte-americanos. Por enquanto, os preços no Brasil seguem inalterados.

Acontece que, além de confiar que seu público poderá pagar uma assinatura mais cara, Daniel Ek também acredita que os artistas e autores têm um “custo quase zero” para criar músicas, podcasts e outros conteúdos.

Em um post no X, o CEO do Spotify ignorou custos que afetam principalmente os artistas independentes, como equipamentos, tempo de estúdio e despesas em turnê (veja o post mais abaixo):

Atualmente, com o custo quase zero para criar conteúdo, as pessoas podem compartilhar uma quantidade incrível de conteúdo. Enquanto muito do que nós ouvimos se torna obsoleto rapidamente, existem ideias e músicas que podem continuar relevantes por décadas ou até séculos.

Daniel Ek, CEO do Spotify, tentou se explicar

Depois de receber centenas de comentários negativos de artistas, gravadoras independentes e associações de músicos e criadores, Daniel Ek voltou à rede social para tentar explicar melhor a sua posição.

Mesmo assim, o CEO do Spotify deu a entender que apenas conteúdos que tiveram uma produção custosa têm o potencial de serem realmente significativos (via Consequence):

Não quero desvalorizar o tempo, o esforço e os recursos envolvidos na criação de conteúdos significativos. […] O que estou interessado em explorar é como podemos identificar e garantir que ideias e obras ousadas, empolgantes e capazes de mudar o mundo não se percam em meio ao barulho.

Spotify está realmente beneficiando artistas independentes?

Vale lembrar que um relatório recente do Spotify mostrou que, em 2023, 70% da receita gerada na plataforma foi direto para o bolso de artistas e selos independentes.

No entanto, nem todos os artistas que estão fora do guarda-chuvas das três maiores gravadoras do planeta – Universal, Sony e Warner – têm o mesmo ponto de partida, como te explicamos neste artigo.

Veja abaixo os polêmicos posts de Daniel Ek sobre o custo de criação de arte nos dias atuais.

LEIA TAMBÉM: Spotify revela os Top 10 artistas mais ouvidos no Brasil na última década

 

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!