Assinatura de Streaming
Crédito: Shutterstock

A Netflix elevou os preços de suas assinaturas no Brasil poucos dias após o Disney+ anunciar novos valores com a integração do Star+. Os aumentos foram aplicados em todos os pacotes da empresa do “tudum” sem qualquer comunicado oficial prévio. O plano de streaming com anúncios, que antes custava R$18,90, agora está sendo oferecido por R$20,90.

O plano padrão da Netflix sofreu o maior aumento, subindo de R$39,30 para R$44,90. O plano premium, anteriormente R$55,90, agora custa R$59,90. Até o momento, o valor adicional para compartilhamento de conta permanece em R$12,90. Esta é a primeira alteração nos preços das assinaturas no Brasil desde outubro de 2023, quando o serviço descontinuou o plano básico sem anúncios para novos usuários.

Não é só no Brasil. Usuários na Austrália também enfrentaram reajustes nos preços. Por lá, a assinatura premium da Netflix subiu entre AU$1 e 3 ao longo de seus pacotes. As alterações confirmam a tendência de aumento de preços em todos os mercados para manter o streaming um negócio rentável.

Sabe aquela ideia de que ter serviços de vídeo sob demanda sairia mais barato que a TV por assinatura? Pode esquecer.

Aumento nos preços dos planos de streaming da Netflix

Netflix

A mais recente alteração dos preços da Netflix no Brasil afeta tanto os novos usuários quanto os assinantes já cadastrados no serviço. Os novos valores passam a valer já na próxima cobrança do serviço de streaming.

A Netflix, em nota, afirmou que oferece uma “variedade de preços e planos para atender a diferentes necessidades. Para continuar proporcionando mais opções de entretenimento aos nossos assinantes, ocasionalmente atualizamos nossos preços”.

Disney+ anuncia novos valores após fusão com Star+

A partir de 26 de junho, o Disney+ passará a integrar o Star+ e oferecerá novas opções de assinatura. Com essa mudança, o serviço incluirá produções da 20th Century Studios, FX e programação dos canais ESPN.

O plano padrão do Disney+, que custará R$43,90 mensais ou R$368,90 anuais, oferecerá áudio de qualidade 5.1 e vídeos em 1080p Full HD. Os assinantes também terão acesso ao conteúdo esportivo dos canais ESPN e ESPN 3 – com anúncios – e poderão assistir em até dois dispositivos simultaneamente.

O plano premium, por R$62,90 mensais ou R$527,90 anuais, incluirá áudio Dolby Atmos e vídeos em 4K UHD e HDR. Todo o conteúdo dos canais ESPN estará disponível (também com anúncios) e os usuários poderão acessar o serviço em até quatro dispositivos ao mesmo tempo.

Fique de olho: os assinantes atuais do Disney+, Star+ e Combo+ – que será descontinuado após a fusão – serão migrados para o plano premium do Disney+, com o reajuste passando a valer a partir de 26 de junho.

A assinatura Meli+ do Mercado Livre continuará oferecendo acesso aos dois serviços, além de outros benefícios, pelo valor de R$17,99, sem alterações anunciadas até o momento.

As mudanças já eram esperadas, pois a Disney havia anunciado a fusão de seus dois serviços de streaming no final de 2023. Ainda assim, os novos preços vão afetar o bolso dos assinantes brasileiros, considerando que a Netflix tem 27% dos assinantes e segue na liderança do mercado; a Disney está em terceiro lugar, com 13%, segundo dados do JustWatch em março de 2024. 

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!