Caetano Veloso no Doce Maravilha
Foto por Alex Woloch / Divulgação Doce Maravilha

Caetano Veloso foi um dos artistas mais aguardados da programação do festival Doce Maravilha e, mesmo com a forte chuva que tomou conta do Rio de Janeiro neste domingo (13) e quase impediu o cantor de se apresentar, fez um show inesquecível na Marina da Glória.

A lenda da MPB revisitou seu aclamado disco Transa, que completou 50 anos em 2022. A apresentação estava prevista para começar no palco principal do evento às 20h30; porém, o horário de seu show foi alterado e transferido para um palco menor, por ser mais protegido da chuva.

Marcelo D2, que iria encerrar o evento com um show em homenagem ao seu disco A Procura da Batida Perfeita, assumiu o horário de Veloso no festival, deixando a última performance do dia com o artista baiano.

Depois de algumas horas de espera, que incomodaram muitos fãs devido às condições desfavoráveis do clima, Caetano Veloso surgiu no palco por volta de 1h da madrugada desta segunda-feira (14) com peças de roupa vermelhas, fazendo referência à cor da capa do disco Transa.

Enquanto era ovacionado pelo público, que continuava enfrentando muita chuva e ventos frios para assistir ao espetáculo, Veloso iniciou sua apresentação com o hit “You Don’t Know Me”, faixa de abertura do disco homenageado.

Continua após o vídeo

Caetano Veloso celebra 50 anos de Transa no Doce Maravilha

O repertório do show de Caetano Veloso ainda contou com algumas músicas lançadas pelo artista em fases “pré e pós ‘Transa’”, como ele definiu durante a apresentação. Uma delas foi “Irene”, escrita enquanto ele estava na prisão.

Durante o show, Caetano compartilhou com os fãs um pouco sobre as histórias das faixas do álbum Transa e declarou que o disco “só existe por causa dos horrores da ditadura militar” que o obrigou a se exilar em Londres, onde o trabalho foi produzido.

Tornando a noite ainda mais especial para os fãs que estavam aproveitando cada segundo da presença do artista do festival e se emocionando em diversos momentos, Veloso convidou para o palco o guitarrista Jards Macalé, o baterista Tutty Moreno e o percussionista Áureo de Sousa, todos parte das gravações do disco em Londres.

Depois de ter apresentado uma nova performance de “You Don’t Know Me” ao lado dos músicos ilustres, Caetano ainda pediu para Jards Macalé tocar algumas músicas sozinho, como trechos de “Mal Secreto” e “Corcovado”, e em seguida voltou aos vocais para os sucessos “Mora Na Filosofia” e “Nine Out Of Ten”.

O belíssimo show que finalizou o segundo dia da estreia do Doce Maravilha foi encerrado com a apresentação de “Nostalgia”, última faixa do emblemático disco de Caetano Veloso.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!