Dinho Ouro Preto em podcast com João Gordo
Reprodução/YouTube

Recentemente, Dinho Ouro Preto participou do Superplá Podcast, apresentado por João Gordo, e o vocalista do Capital Inicial falou sobre seu arrependimento por ter apoiado Sergio Moro no início da Operação Lava Jato.

No papo, o líder do Ratos de Porão destacou que a prisão de Lula foi, na sua visão, uma manobra orquestrada pela direita para que o atual Presidente da República não fosse eleito em 2018 e questionou Dinho sobre suas convicções na época:

E essa fase aí, hein, Dinho, que a gente passou de distopia geral, Lava Jato, cara. Eu lembro de você meio enganado, falando bem do Sérgio Moro, né?

Dinho, então, começou:

O cara veio em um show nosso. Mas isso foi em 2016…

Na sequência, Gordo rebateu: “Mas você chegou a acreditar nele mesmo?”. Aí, Dinho tentou justificar:

Ah, ali no começo sim. Era 2016, era dois anos antes do Lula ser preso, [ele] estava no meio dos poderosos… em um primeiro momento, sim. E olha, cara, verdade seja dita, o Supremo Tribunal inteiro estava dizendo que sim…

João, mais uma vez, rechaçou o posicionamento de Dinho:

Mas estava na cara que era um embuste para prender o Lula para ele não participar [das eleições]…

Foi quando o vocalista do Capital fez um mea culpa:

Em um primeiro momento não achei. Mas mordi minha língua. Esse foi um erro monumental…

Curiosamente, a mudança de pensamento de Dinho parece não ter acabado por aí!

Dinho Ouro Preto culpa Lava Jato pela ascensão da extrema-direita

Logo depois do reconhecimento de erro por parte de Dinho, Gordo colocou:

Eu acho que foi pelo Moro que aconteceu toda essa distopia desgraçada que veio lá da Dilma [Rousseff], do [Michel] Temer.

Dinho, então, mostrou uma visão bem diferente da que tinha em 2016:

Eu acho que a Lava Jato é a responsável pela ascensão da extrema-direita.

O apresentador do podcast ainda ressaltou que imaginou o que poderia vir a acontecer lá atrás, quando assistiu ao filme Tropa de Elite (2007):

Eu acho que tudo começou sabe aonde? No filme lá do Capitão Nascimento, no Tropa de Elite. O pessoal começou a sentir o gosto por tortura…

Dinho, logo depois, aliviou a tensão da conversa com uma brincadeira que fez os dois caírem na risada:

Eu acho que tudo começou quando morreu o [David] Bowie. Daí o mundo começa a dar errado!

Difícil discordar! Confira o vídeo na íntegra ao final da matéria.

Dinho Ouro Preto postou foto e texto sobre encontro com Sergio Moro

Como Dinho falou na entrevista, Moro compareceu a uma apresentação do Capital Inicial em Junho de 2016 e, na época, o cantor postou no Facebook uma foto ao lado do ex-juiz junto com um longo texto.

Apesar do apoio, Dinho já na época destacava que era necessário “agir dentro da lei” e apontava alguns erros no processo, além de pedir que outras pessoas fossem investigadas:

Ontem o Sergio Moro foi ao nosso show. Conversei com ele, sua mulher e seus amigos. o cara foi muito simpático e acessível. Acredito que o [que] ele está fazendo é importante pro nosso país. Acredito [também que] ele deve agir dentro da lei, como todos cidadãos brasileiros. Os abusos e erros devem ser evitados e corrigidos como o STF fez em relação às escutas telefônicas além do permitido. E, antes dos petistas se enfurecerem e me acusarem de parcialidade, acho [que] o PSDB [também] deve ser investigado. E mais: isso vale [também] para o candidato [que] eu apoiei nas eleições, o Eduardo Campos e a Marina [Silva], cuja campanha, infelizmente parece ter deixado um rastro de histórias mal explicadas. Não ponho minha mão no fogo por ninguém. Temos que aproveitar esse momento difícil e traumático do nosso país pra corrigirmos as práticas dos políticos [que] dizem nos representar. Todos, indistintamente. Dito tudo isso apoio o Moro e as investigações.

Você pode relembrar a publicação original, que segue no ar, logo após o vídeo.

LEIA TAMBÉM: Bandeirões de bandas de Rock brasileiras protegem moradores de ocupação do frio em projeto de João Gordo e Vivi Torrico

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!