Sérgio Dias (Mutantes) no SXSW
Foto por @2beck_ / Estúdio Gaveta

Por Gui Beck

O lugar se chama Hotel Vegas, mas não se trata de um hotel e sim de um dos bares mais icônicos da cena underground (e nem tão underground assim) da cidade de Austin, capital do Estado do Texas, nos Estados Unidos.

A data: 17 de março de 2023, últimos dias do South by Southwest, um dos maiores festivais do mundo voltado à criatividade, lançamentos do cinema, novidades da música, tecnologia e um monte de outras coisas que acontecem simultaneamente naquele recanto liberal dentro de um dos estados mais conservadores do país.

O acontecimento: o show de uma das mais lendárias bandas brasileiras de Rock de todos os tempos, Os Mutantes, como parte da programação oficial do festival.

Nosso incansável time (de duas pessoas) cobrindo o acontecimento teve o privilégio de conversar um pouquinho com Sérgio Dias, membro fundador e figura central da banda, alguns minutos antes do show, que certamente ficou marcado entre os melhores desta edição do South by Southwest.

Em nossa conversa com Sérgio, perguntamos sobre as diferenças entre o público do Brasil e dos Estados Unidos. Também sobre movimentos que pedem hoje em dia os militares no poder e, finalmente, sobre o legado dos Mutantes para as gerações futuras.

O Mutante nos falou de uma passividade que vê no brasileiro como público e do que chamou de uma “falta de garra” do povo para sair às ruas e conquistar seus direitos. Considera absurdo que alguns ainda não tenham entendido que o caminho não é um novo Hitler ou Napoleão e pede que os jovens lutem, lutem e não desistam.

Você pode conferir as palavras direto da boca do músico no vídeo ao final da matéria!

Os Mutantes no SXSW

Depois da conversa com Sérgio, que rolou em um restaurante pertinho, fomos nos amontoar com o resto do povo ao redor do palco do Pátio do Hotel Vegas.

Lugar bem conhecido da comunidade musical que frequenta o festival, o Hotel Vegas já é uma das casas que tradicionalmente recebe dezenas entre as centenas de atrações musicais que deixam a cidade mais colorida e superpopulosa durante a semana que dura o braço musical do megaevento, mas engana-se quem acha que o prestígio do lugar tem a ver com algum tipo de requinte arquitetônico na estrutura ou luxo para os artistas que se apresentam por lá.

Ao contrário disso, parte da mística parece vir mesmo do despojamento e da informalidade de tudo. Ainda assim ou por essa mística mesmo, o palco do Pátio, onde seria o show do Mutantes, é certamente um dos mais cobiçados pelos músicos que vêm até Austin.

O público recorde de brasileiros nesta edição do South by Southwest (e provavelmente nesta noite no Hotel Vegas), além do carioca Rogê como atração musical antecedendo no palco a apresentação dos Mutantes, deram um sabor especial de Brasil à casa e, a partir de um certo ponto, ficou difícil dizer quem não era brasileiro ali.

Rogê, que se apresentou cantando em português e tocando seu violão apenas acompanhado de bateria, fez um excelente trabalho de introdução aos ritmos brasileiros
para os gringos presentes e de justa aclimatação para os brasileiros no local.

É uma incógnita o que Sérgio Dias achou da recepção do público misto de brasileiros, norte-americanos e demais estrangeiros naquela noite, mas decididamente quem estava ali não se destacava pela passividade.

Dos brasileiros que cantavam junto, a plenos pulmões e com orgulho, cada um dos clássicos da banda aos estrangeiros presentes (muitos dos quais certamente estavam cientes da importância dos Mutantes na história do Rock) que se entregavam de olhos fechados ao improviso corporal nos momentos mais psicodélicos do show, engajamento foi algo que não faltou.

Mérito dos Mutantes, claro – na encarnação atual, contando, além de Sérgio Dias, com Vinícius Junqueira, Esméria Bulgari, Henrique Peters, Camilo Macedo e Claudio Tchernev – com execuções lindas, tanto dos clássicos de mais de 50 anos atrás quanto de músicas do disco Zzyzx, de 2020, mas também do baixo e despretensioso palco do Pátio do Hotel Vegas que deixava Sérgio Dias, que se apresenta sentado, mais próximo ainda do privilegiado, heterogêneo e animado público presente naquela noite.

Uma noite memorável em Austin, e quase todinha cantada em português!

Mutantes fará show em São Paulo

Em tempo, Os Mutantes têm uma apresentação única marcada para o dia 1 de Junho em São Paulo, no Cine Joia. Você pode saber mais detalhes sobre o show clicando aqui.

LEIA TAMBÉM: Jack White celebra Os Mutantes e posta foto de encontro com o lendário Sérgio Dias

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!