Paramore em 2022
Foto por ELKE (@elkemusek)

Para celebrar os dez anos de seu álbum autointitulado, o Paramore divulgou em suas redes sociais um texto escrito por Hayley Williams em que a vocalista relembra acontecimentos que marcaram a banda na época.

Quando Paramore saiu em 2013, a banda chegava ao quarto álbum e o primeiro em que a formação tinha apenas Hayley, o guitarrista Taylor York e o ex-baixista Jeremy Davis (que mais tarde chegou a processar a banda), após a saída de Josh e Zac Farro três anos antes.

O emblemático quatro trabalho de estúdio do Paramore também marcou a primeira vez em que o grupo se distanciou de suas raízes no Emo/Pop Punk e investiu em um som mais experimental, incorporando influências da New Wave e música eletrônica.

De fato, um divisor de águas, né?

Paramore publica carta escrita por Hayley Williams

Na mensagem compartilhada pelo Paramore, Hayley citou essas idas e vindas (Zac, por exemplo, está na banda novamente) e chegou a dizer que sem todo o “drama” que sempre envolveu a sua carreira, o grupo poderia teria sido “o mais chato de todos os tempos”.

Confira a carta na íntegra a seguir:

Há 10 anos, lançamos um álbum que exigiu muita coragem e autodeterminação para fazer. Principalmente porque depois de perder dois membros da banda, havia muito discurso sobre se a banda poderia ou não fazer algo que valesse a pena – muito menos ficar juntos.

A história do Paramore tem sido repleta de dramas no estilo reality show. Bem, até os últimos seis ou sete anos. É realmente ótimo poder olhar para trás de onde estamos agora, sabendo que a história não terminou quando alguns disseram que terminaria.

Se tudo o que levou ao nosso álbum autointitulado não tivesse acontecido, seríamos a banda mais chata de todos os tempos. Se não tivéssemos sido forçados a sair de nossas zonas de conforto ligadas ao trauma, nunca saberíamos do que nós somos capazes de realizar.

Obrigado Justin Meldal-Johnsen por expandir nosso vocabulário musical e acreditar que poderíamos ser mais do que uma banda de uma cena específica. E obrigado Carlos de la Garza por ser um engenheiro bom pra caralho no álbum. Obrigado Ken Andrews do Failure por mixar isso, cantando backing vocals e sendo um herói musical para nós.

Taylor e eu escrevemos essas canções sem termos a menor noção se as pessoas aceitariam uma versão mais liberada e renovada do Paramore. Nossos fãs não apenas aceitaram como defenderam nosso renascimento.

Obrigado por nos autorizarem a correr riscos criativos e continuar essa história.

Nós amamos vocês.

Paramore para sempre.

LEIA TAMBÉM: De graça: fãs assistem a shows do Paramore na rua e vídeos viralizam

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!