Como o Coldplay aprovou sua música para o filme
Foto de Chris Martin com o Coldplay por Stephanie Hahne/TMDQA!

Em 2018, Jon M. Chu lançou a comédia romântica Podres de Ricos mas, antes da chegada do filme nos cinemas, o diretor teve uma interessante troca com o Coldplay.

Isso porque Chu quis incluir o hit “Yellow”, presente no álbum Parachutes (2000), na trilha sonora da produção cinematográfica e escreveu uma linda carta para o grupo explicando os motivos pelos quais gostaria de ter a autorização do Coldplay para usar a canção em seu filme.

No texto, recuperado por um usuário do Twitter recentemente em meio aos shows dos britânicos pelo Brasil, Chu destacou como a forma de descrever o “amarelo” foi colocada positivamente pela banda e como isso mexeu com ele.

Confira a postagem ao final da matéria e leia a carta na íntegra a seguir, bem como a versão de “Yellow” gravada especialmente para o filme!

Jon M. Chu escreveu carta ao Coldplay pedindo para usar “Yellow”

Queridos Chris, Guy, Jonny e Will,

Eu sei que é um pouco estranho, mas toda a minha vida eu tive uma relação complicada com a cor amarela. Desde ser chamado desse jeito de uma forma desrespeitosa durante o ensino médio, até assistir a filmes nos quais covardemente chamavam pessoas de amarelas, a palavra sempre teve conotação negativa na minha vida. Era assim, até eu ouvir a música de vocês. Pela primeira vez na minha vida, descreveram a cor da forma mais bonita e mágica que podia ser: a cor das estrelas, da pele dela, o amor. Era uma imagem incrível de atração e inspiração que me fez repensar minha própria imagem. Eu lembro de ver o clipe da musica na faculdade. Aquela cena em que o sol nasce foi de tirar o fôlego tanto para o meu lado cineasta quanto para o lado amante da música. Imediatamente se transformou em um hino para mim e para meus amigos e nos deu um novo senso de orgulho que nós nunca sentimos antes… (mesmo que isso provavelmente nunca tivesse sido sua intenção). Nós pudemos tomar de volta a cor para nós e isso ficou comigo na maior parte da minha vida.

Então, a razão pela qual eu te escrevo agora é porque eu estou dirigindo um filme para a Warner Bros chamado ‘Podres de Ricos’ (baseado no livro best-seller) e é o primeiro elenco INTEIRAMENTE asiático para um filme de estúdio hollywoodiano em 25 anos. Louco. Nós recentemente fomos destaque na capa da Entertainment Weekly para comemorar este fato. A história é uma comédia romântica sobre uma jovem asiática-americana (interpretada por Constance Wu) de Nova York aceitando sua identidade cultural enquanto visita a mãe do seu namorado (interpretada por Michelle Yeoh) em Singapura. É uma brincadeira luxuosa, divertida e romântica, mas por baixo de tudo, há uma íntima história de uma menina se tornando uma mulher. Aprendendo que ela é boa o bastante e merece o mundo, não importa o que tenham lhe ensinado ou como ela tem sido tratada, e finalmente aprendendo que ela pode ter orgulho de suas origens miscigenadas. A cena final do filme mostra essa realização dela enquanto ela vai até o aeroporto para voltar para casa como uma nova mulher. É uma marcha empoderada e emocional e necessita de um hino que cumpra e supere as expectativas de seu triunfo interior, que é onde ‘Yellow’ entra. Seria uma honra imensa usar a música de vocês que me deu tanta força durante os anos, para sublinhar essa parte final do nosso filme. E para mim, pessoalmente, isso completaria uma jornada pela qual estou passando, lutando para entrar no mundo cinematográfico.

Eu sei que, como um artista, é sempre difícil decidir quando é razoável atrelar sua arte à de outra pessoa – e eu tenho certeza que em muitas instâncias você está inclinado a dizer não. Ainda assim, eu acredito que esse projeto é especial. Eu acredito que essa é uma situação única na qual o primeiro filme de estúdio de Hollywood, com um elenco integralmente asiático [que] não está encenando estereótipos ou coadjuvantes, mas papéis principais românticos e de comédia. Isso dará a uma geração inteira de asiáticos-americanos, e outros, o mesmo sentimento de orgulho que eu tenho quando escuto a música de vocês. Eu sei que o contexto é outro, mas é isso que torna-o poderoso. Eu quero que todos eles tenham um hino que os faça se sentirem tão belos quanto suas palavras e melodias fizeram eu me sentir quando eu mais precisei delas.

A consideração de vocês significaria demais para mim e para nosso projeto.

Eu posso mostrar o filme para vocês caso desejem ver o contexto, ou conversar caso tenham quaisquer dúvidas. Obrigado por tirarem um tempo para me ouvirem.

Com muito amor,

Jon M. Chu
Diretor de Crazy Rich Asians, Now You See Me 2, G.I. Joe: Retaliation.

LEIA TAMBÉM: Coldplay faz história em show no Brasil com estrutura surreal, Seu Jorge e mais; fotos e setlist

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!