Catálogo musical de Joey Ramone, do Ramones, é vendido por R$52 milhões
Reprodução / YouTube

O espólio do falecido e lendário Joey Ramone, vocalista dos Ramones, seguiu a tendência do mercado e vendeu o catálogo musical do artista.

O acordo envolvendo os direitos de publicação de Joey foi fechado por US$10 milhões, cerca de R$52 milhões e, segundo a Rolling Stone (via Brooklyn Vegan), o negócio faz parte de uma parceria muito maior, de US$2 bilhões, entre a Primary Wave Music e a empresa de investimentos Brookfield Asset Management.

Em um comunicado, o irmão de Ramone, Mitchel Hyman, declarou sobre o acordo:

Estou feliz em receber a Primary Wave como parceira nos interesses do meu irmão nos Ramones. Estou totalmente convencido da vontade deles de perpetuar seu legado e da sinceridade em fazê-lo de uma maneira que nunca comprometerá sua credibilidade. Estou muito ansioso para trabalhar com eles.

Que bolada!

Direitos autorais de Joey Ramone

Apesar de Joey Ramone não ter sido o principal compositor dos Ramones, o astro escreveu muitas músicas de sucesso da banda, incluindo “I Wanna Be Sedated”, “Judy Is a Punk”, “Beat on the Brat”, “ Swallow My Pride” e “Rock n’ Roll High School”.

Além disso, foram lançados dois álbuns solo póstumos de Joey: Don’t Worry About Me em 2002 e …Ya Know? em 2012.

Além de adquirir o catálogo de Ramone, a Primary Wave também garantiu direitos não exclusivos para usar o nome e a imagem de Joey.

Ícones do Rock têm vendido seus catálogos

Como falamos anteriormente, ícones do rock clássico como Neil Young, Bob Dylan, Phil Collins e tantos outros fecharam acordos milionários vendendo seus catálogos; porém, o acordo com Ramone é um dos primeiros deste nível para um artista Punk.

Joey Ramone nos deixou cedo demais aos 49 anos de idade, em 15 de Abril de 2001, após uma batalha de sete anos contra o linfoma.

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!