Pitty em São Paulo, 2019
Foto por Stephanie Hahne

Pitty é uma das artistas brasileiras que mais expressa suas opiniões nas redes sociais, para além das letras de suas músicas, que também sempre deixaram claro o seu posicionamento político.

Nesta quarta-feira (28), a cantora voltou ao Twitter para falar, de maneira implícita, sobre seu voto nas eleições de 2022. Pitty criticou quem cobra dela um apoio mais claro para determinado candidato.

Ela resgatou sua participação nos protestos de 2013, depois seu posicionamento durante o impeachment de Dilma Rousseff, em 2016, e disse que em 2018 foi contra “eleger uma figura antidemocrática, machista e homofóbica”.

Pitty destacou que suas falas geraram uma série de ataques online que geraram “impacto emocional”, especialmente quando ela estava grávida:

2013; fui sentir a temperatura da rua nas chamadas “jornadas de junho”. Comentei sobre o perigo de fechar os olhos e marchar com fascistas na sanha anti-petista que se instalava. 2016, postei um monte sobre o golpe. Desde então, sempre explicitei a opinião de quão absurdo me parecia eleger uma figura antidemocrática, machista, homofóbica- e, que depois se confirma, hipócrita e corrupta. Grávida, fui brutalmente atacada pela militância digital de direita (a quem hoje chamam bolsonaristas?), pelas minhas falas sobre feminismo e direitos das mulheres. Inundaram as redes com fotos minhas grávida, memes, ameaças. em 2016… eu estava numa gravidez de risco, precisei ficar de repouso e muitos hormônios. Vocês não imaginam o impacto emocional que isso me causou. E eu mantive minha posição.

E aí, ficou alguma dúvida?

Pitty destaca carreira “dedicada à luta progressista”

A cantora também lembrou a música “Máscara”, de seu disco de estreia Admirável Chip Novo (2003), para dizer que sua vida sempre foi “dedicada à luta progressista”:

Quem conhece minha obra, minhas letras, minhas falas, sabem o que eu penso. Como me posiciono. Desde Máscara, mesmo quando não se entendia, era sobre respeito às diferenças, pela liberdade de ser e existir democraticamente. Se isso não é se posicionar, não sei o que é. É uma vida dedicada à luta progressista. Não é o momento. Não é a conveniência do momento. Desculpem o longo fio, mas um questionamento aqui outro dia acerca disso aflorou essa reflexão.

Confira abaixo o desabafo de Pitty no Twitter, e na sequência relembre a incrível música “Máscara”.

LEIA TAMBÉM: Pitty e Nando Reis estreiam turnê em SP com show repaginado e cheio de clássicos; fotos e setlist

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!