Cliff Burton, ex-baixista do Metallica
Foto: Divulgação

Semanas atrás, mais especificamente em 14 de Maio, foi inaugurado na Suécia um museu para homenagear o saudoso Cliff Burton, baixista do Metallica que morreu no país em 27 de Setembro de 1986, aos 24 anos.

Na ocasião, a banda estava na estrada por causa dos shows da turnê Damage Inc. quando o ônibus que levava os integrantes sofreu um acidente perto da cidade de Dörarp, do qual Burton não saiu vivo.

Como forma de prestar tributo ao músico, o museu foi construído em Laganland Lagan e, segundo os organizadores do projeto, Krister e Anna-Lena Ljungberg, a ideia era criar um ponto de encontro para todos os fãs.

Por lá, eles podem relembrar Cliff e visitar seu memorial que, aos poucos, vai ganhando novos itens relacionados à vida e carreira do falecido artista. Para conhecer mais sobre o Cliff Burton Museum, você pode acessar este link.

Cliff Burton é homenageado com cerveja IPA

Segundo a Guitar World, o espólio do músico também resolveu celebrar seu legado ao lançar uma cerveja IPA em edição limitada com o nome de Cliff.

Parte dos lucros obtidos com a comercialização da bebida será revertido para a Cliff Burton Music Scholarship Foundation for Rising Youth Musicians, que busca ajudar jovens músicos a terem mais acesso à arte.

Legal, né?

Metallica com Cliff Burton

Os três primeiros discos do Metallica contaram com Burton nas gravações.

Ele participou dos álbuns Kill ‘Em All (1983), Ride The Lightning (1984) e Master Of Puppets (1986), sendo coautor de clássicos como as próprias “Ride The Lightning” e “Master of Puppets”, além de “Fade To Black” e muitas outras faixas.

AMAZON MUSIC UNLIMITED

Você pode ouvir esse e outros artistas no Amazon Music Unlimited. Clicando aqui, você ganha 3 meses para curtir o app de graça!

 

Compartilhar