Pesquisa relaciona música e felicidade

Apesar de não ser novidade, a globalização da música está sendo cada vez mais usada como estratégia de carreira. Agora, uma banda ou artista não depende de um festival ou uma turnê internacional para levar sua música para fora.

Além das redes sociais, os vídeos virais e as “lives”, que ganharam força durante a pandemia, os serviços de streaming com suas paradas e playlists personalizadas são grandes aliados para quem quer conquistar um novo público.

64% dos ouvintes mensais são de outros países

O mais recente “Fan Study”, relatório trimestral do Spotify para analisar o comportamento de fãs ao redor do mundo, trouxe um número que já mostra essa realidade: 64% dos ouvintes mensais de um artista na plataforma são de outros países.

Em média, usuários da Ásia-Pacífico escutam artistas de 11 países diferentes todos os meses. No Oriente Médio e África, esse número sobe para 12, enquanto na América Latina, Estados Unidos e Canadá, a média é de 14 países por mês.

Mas ninguém supera os europeus, que consomem artistas de 16 países diferentes todos os meses. Será que a proximidade geográfica das nações europeias explica isso?

LEIA TAMBÉM: Icebergify: saiba como criar o gráfico de iceberg com seus artistas mais ouvidos no Spotify

Engajamento dos fãs impulsiona o artista

A pesquisa também mediu a importância do engajamento dos fãs no streaming. Considerando os ouvintes internacionais de um artista, 62% do público salva as músicas, e 63% adiciona as faixas do artista em playlists, e o uso dessas ferramentas é fundamental para o desempenho da banda.

Quando um fã adiciona uma música a uma playlist pessoal, os streamings da faixa por aquele usuário aumentam em 41%.

E você, ouve quantas bandas internacionais por mês?

AMAZON MUSIC UNLIMITED

Você pode ouvir esse e outros artistas no Amazon Music Unlimited. Clicando aqui, você ganha 3 meses para curtir o app de graça!