Homem tocando violão
Foto de homem tocando violão via Shutterstock

A partir da semana que vem, o governo irlandês colocará em prática uma ação para apoiar financeiramente os artistas de seu país que foram atingidos pelos efeitos da pandemia.

Segundo a NME, o esquema piloto indica que cerca de 2 mil artistas, atores e músicos vão receber uma renda básica de 325 euros (cerca de 1.700 reais na cotação atual) por semana. Os músicos poderão solicitar os fundos a partir da próxima terça-feira, 12 de Abril.

O projeto foi descrito pelo governo irlandês como “uma iniciativa transformadora para as artes e a prática criativa”.

O chefe de governo da República da Irlanda, Micheál Martin, apontou que apesar do período de dificuldade enfrentado pelos artistas durante a pandemia, “neste momento de maior desafio, sua produção nunca foi tão valorizada”.

Ele ainda destacou a importância de investir “naquilo que nos sustenta” e acrescentou:

Sem a dedicação dos artistas à sua prática, seríamos muito mais pobres como povo, e é disso que trata o esquema piloto de renda básica, o reconhecimento do tempo gasto na prática criativa.

Artistas na Irlanda recebem apoio do governo

A ação que apoia o setor cultural foi a principal recomendação que saiu do relatório da Força-Tarefa de Recuperação das Artes e Cultura, lançado pela ministra das Artes, Catherine Martin, em 2020.

De acordo com o Irish Times, Martin acredita que o esquema seja um “divisor de águas” para as artes e disse que as pessoas “se apoiaram no trabalho de artistas em tempos de necessidade”, principalmente durante a pandemia da COVID-19. Ela acrescentou:

São as artes que nos ajudarão a entender o que aconteceu e nos ajudar a moldar o futuro.

Até o momento, os artistas do Reino Unido ainda não receberam nenhuma ajuda semelhante.

A NME relata que em Novembro a instituição de caridade britânica Help Musicians informou que um em cada três músicos ainda não ganha nada desde que as restrições do COVID-19 foram suspensas no ano passado.

Eles apontaram que quase nove em cada dez músicos estavam ganhando menos de mil libras por mês (cerca de 6.217,24 reais), e 22% estavam pensando em desistir da música. A instituição de caridade também disse que 83% dos músicos profissionais não conseguiram encontrar trabalho regular.

Brasil e a desvalorização da Cultura

Enquanto isso, no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro vetou nesta semana a a Lei Paulo Gustavo, projeto que iria garantir um repasse de R$3,86 bilhões para combater os efeitos da pandemia no setor cultural, saiba mais aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar