Jeff Ament (Pearl Jam)
Foto: Wikimedia Commons

Jeff Ament, baixista do Pearl Jam, fez um “resumão” de 2021 em uma recente entrevista exclusiva ao portal Pearl Jam Online (via Alternative Nation).

Além de ter falado que seu momento preferido do ano foi ficar “enfurnado em casa fazendo música, sem viagens”, o instrumentista montou uma lista com algumas das coisas que mais consumiu nos últimos meses.

Em questão de música, por exemplo, ele fez uma seleção tanto de discos quanto de canções de 2021. A lista de álbuns foi encabeçada pelo Dry Cleaning, com New Long Leg, e seguiu com Cavalcade, do black midi; Lonely Guest, de Lonely Guest + Tricky; Crawler, do IDLES; A Lantern and a Bell, do Loney, Dear e Original Songs from the Card Counter, de Robert Levon Been.

Já a canção preferida de Ament foi “Athens, France”, do Black Country, New Road. Ele completou a seleção com “Ain’t Nice”, do Viagra Boys; “This Side of the Sun”, do Shame; “Chaise Longue”, do Wet Leg e “The City Is Hungover”, do Teenage Sequence.

Indo para outras áreas do entretenimento, Jeff elegeu Ataque dos Cães (de Jane Campion) e o documentário The Velvet Underground (de Todd Haynes) como seus preferidos. Entre os livros, se destacaram Klara e o Sol (de Kazuo Ishiguro) e The Sentence (de Louise Erdrich).

Para fechar, os dois melhores shows do ano na opinião do baixista aconteceram no Ohana Fest, evento organizado pelo seu companheiro de banda Eddie Vedder. As apresentações em questão foram do My Morning Jacket e de Sharon Van Etten.

E aí, concorda com essa lista?

LEIA TAMBÉM: Os 50 Melhores Discos Internacionais de 2021

AMAZON MUSIC UNLIMITED

Você pode ouvir esse e outros artistas no Amazon Music Unlimited. Clicando aqui, você ganha 3 meses para curtir o app de graça!

 

Compartilhar