Slipknot celebra Joey Jordison
Reprodução/Facebook
 

A morte de Joey Jordison segue afetando o Slipknot e, em uma recente entrevista, o vocalista Corey Taylor e o percussionista Shawn “Clown” Crahan abriram o jogo sobre a falta que o baterista faz.

Falando ao site oficial do Knotfest na iminência da chegada do novo single “The Chapeltown Rag”, que deve ser lançado nesta sexta-feira (5), Corey explicou o sentimento atual:

Tem sido difícil. Sabe, com o Joey havia tanto… sabe, ele era um cara tão complicado. Provavelmente uma das pessoas mais talentosas que já conheci. Talvez até uma das mais torturadas. Quando eu penso sobre as coisas boas, as coisas difíceis entram, e ainda me leva tempo para processar. Mas quanto às coisas que eu me lembro de fato, houve tantos momentos bons, tantos shows bons pra caralho com ele e simplesmente tantas memórias boas de criar música com ele. É nessas coisas que eu estou realmente tentando me manter focado.

Clown, por sua vez, contou que tem tido alucinações com Joey no palco. Segundo o percussionista, ele acaba vendo o ex-baterista vez ou outra ocupando o lugar que hoje é de Jay Weinberg, ficando “completamente bugado pra caralho” até perceber que não passa de uma ilusão. Ele explica:

Olha, sabe, o velho Clown teria tido certeza de que você não poderia fazer essas perguntas. Mas o novo Clown que está focado em… não na redenção ou na salvação ou qualquer merda assim… eu sou um humano pra caralho igual todo mundo: eu estou numa viagem da vida. E o que eu posso te dizer é que sim, cara, eu estou bastante afetado.

Slipknot e Joey Jordison

Vale lembrar que Joey nos deixou no último dia 27 de Julho, aos 46 anos de idade. A causa de sua morte ainda não foi revelada.