Charlie Brown Jr.
Ouça a nova música de Juliah!    

Há alguns dias os guitarristas Marcão e Thiago Castanho anunciaram que estavam deixando a icônica banda Charlie Brown Jr.

A saída do projeto que celebraria o legado de Chorão com shows pelo Brasil não foi nada amistosa e os músicos direcionaram palavras duras a Alexandre, filho do saudoso vocalista do grupo e responsável pelos direitos ligados ao nome do grupo.

Após a saída de Marcão e Thiago, os mesmos ainda anunciaram um novo projeto para celebrar as canções entoadas por Chorão e também pelo baixista Champignon, o qual conta com outros músicos que fizeram parte do Charlie Brown, como o baixista Heitor Gomes e o baterista Bruno Graveto.

Todos eles estavam envolvidos nos projetos de reunião da banda, inclusive Egypcio, cantor conhecido principalmente pelo seu trabalho à frente da banda Tihuana, que também apareceu ao lado do que foi chamado de C. Brown Jr.

Nota Oficial de Alexandre, filho de Chorão

Mais de uma semana após a saída dos músicos, o perfil oficial do Charlie Brown Jr., atualizado pela equipe de Alexandre, publicou uma nota oficial sobre toda a situação.

Por lá, falou em “ataques, mentiras e rumores”, além de abordar o que chamou de “CBJR paralelo”:

Lamentamos que a recente saída do Marcão e do Thiago do projeto da turnê comemorativa de 30 anos do CBJR tenha sido anunciada com tantos ataques, mentiras e rumores nas redes sociais.

A nossa história nunca deixou de ser pautada pelo carinho e pelo respeito a cada um daqueles que integraram as diferentes fases da banda. Por isso, desejamos ao Thiago e ao Marcão nada mais do que sucesso em seus trabalhos pessoais.

Porém, independentemente do nosso respeito a cada um, não será amparada nem admitida qualquer tentativa de se tomar à força o nome e os projetos do Charlie Brown Jr.

A conduta desleal vista nos últimos dias e as manifestações ofensivas publicadas na Internet são o resultado de manobras irresponsáveis incentivadas por pessoas que pretendem valer-se de acusações falsas para iniciar a promoção de um projeto CBJR paralelo, desrespeitando o legado, os direitos e a memória do Chorão.

Isso jamais será aceito, seja de quem for.

Agradecemos as inúmeras mensagens de apoio e alertamos a todos de que divulgações não-autorizadas sobre celebrações e perfis paralelos não representam o Charlie Brown Jr.

Seguimos firmes no propósito de proteger aquilo que sempre cultivamos, celebrando a música, o skate, o rock e a vida.

Tamo Junto Família!

Equipe CBJR

Na publicação, o perfil ainda usa a hashtag #respeitaolegado.

Desejamos serenidade e respeito de todas as partes para que, de fato, o legado de uma das bandas mais importantes da história do país seja respeitado.

   
Compartilhar