Charlie Brown Jr. muda de nome e anuncia turnê de 30 anos
Reprodução/Instagram
 

Uma briga interna parece ter chegado ao seu limite dentro do Charlie Brown Jr. — e não estamos falando de conflitos entre os membros remanescentes.

Através de seu Instagram, o guitarrista Marcão Britto explicou que está cortando relações com Alexandre Abrão, filho do saudoso Chorão, e contou os motivos para isso. O longo comunicado, que está disponível na íntegra ao final da matéria, cita que “o ego, a vaidade e a ganância falaram mais alto que uma parceria coerente e honesta”, ocasionando esse desligamento.

A carta ainda tem a assinatura do também membro fundador Thiago Castanho e fala que as redes sociais do Charlie Brown Jr. “não representam” os membros remanescentes do grupo e frisa que “Chorão nunca fez carreira solo e […] era um cara que com todo seu talento sabia reconhecer o valor dos que estavam ali com ele”.

Os guitarristas afirmam que estão sendo “ameaçados e coagidos” em uma “situação que se tornou insustentável”, mas reforçam que seguirão em frente com a turnê de celebração dos 30 anos da banda “em nome do compromisso com os fãs e com o que é certo”. No entanto, farão isso sob o nome C. BROWN JR – TOUR CELEBRAÇÃO 30 ANOS, que tem uma proposta bem clara: “a história contada por quem a viveu”.

C. Brown Jr e Alexandre Abrão

O novo projeto já ganhou perfil oficial nas redes sociais e mostra que a decisão não inclui apenas os dois músicos fundadores, mas sim os outros integrantes que vinham se apresentando sob o nome do CJBR. Trata-se dos ex-membros Heitor GomesPinguim Bruno Graveto, além do vocalista Egypcio.

Alexandre Abrão, filho de Chorão, ainda não se pronunciou a respeito do ocorrido. Assim que ele o fizer, iremos publicar por aqui. Por enquanto, a única postagem feita no perfil tradicional da banda foi a de um vídeo com a legenda “Se você tiver um pensamento de PAZ, ela prevalecerá…”.

Os comentários foram bloqueados na publicação, mas você pode vê-la clicando aqui.

Carta de Marcão e Thiago Castanho

RESPEITO!

São quase 30 anos de história com o CBJR e ao longo desses anos conquistamos nosso espaço com o som das nossas guitarras e com as músicas que compusemos em parceria com o Chorão e todos da banda, mas acima de tudo, conquistamos o respeito de vocês fãs e de muitos outros artistas importantes!

E pela nossa gratidão a vocês, que nos ajudaram a construir nossa história, precisamos vir aqui esclarecer alguns fatos que estão acontecendo.

Em fevereiro foi anunciado um projeto em Comemoração ao Charlie Brown Jr., ficamos muito felizes em estar de volta aos palcos, fazendo um som pra galera junto com os nossos irmãos Pinguim, Heitor, Graveto e Egypcio. Mas infelizmente o ego, a vaidade e ganância falaram mais alto que uma parceria coerente e honesta, fazendo com que a gente tome a decisão de NOS DESLIGAR da tour anunciada e qualquer outro projeto que esteja vinculado ao Alexandre, filho do Chorão, e suas empresas.

Não concordamos com atitudes imaturas e irresponsáveis de quem diz estar à frente do negócio, o mesmo que provoca e debocha de pessoas e importantes veículos de comunicação, fazendo respingar sujeira na imagem de todos que estavam ali e inclusive na memória do Chorão.

Várias transações foram realizadas sem o nosso conhecimento, que estavam longe de serem transparentes como era nosso acordo, inclusive assuntos relacionados a shows.

Apesar da existência de todos os discos que gravamos e [de] sermos também os compositores da grande maioria das músicas, essa pessoa e seus representantes estão alegando que nunca fomos integrantes da banda, menosprezando o valor da nossa arte e ignorando toda a nossa história. Tentamos fazer da forma correta e seguir com nosso trabalho dentro desse projeto, mas não foi possível! Não precisamos chegar até aqui pisando na cabeça de ninguém!

O Chorão nunca fez carreira solo e independente dos desentendimentos que rolaram nos 21 anos que estivemos juntos, compartilhando deste sonho, ele era um cara que com todo seu talento sabia reconhecer o valor dos que estavam ali com ele. Era muito diferente do que [vem] sendo contado por aí agora, inclusive pelas redes sociais do Charlie Brown Jr. (QUE NÃO NOS REPRESENTAM), tentando a todo momento transformar de forma velada o CBJR em uma banda de um homem só, escondendo nossa imagem, nossa importância na construção e criação do que vocês conhecem como a banda…

Nossa essência e a realidade sempre foi: a UNIÃO DE MÚSICOS competentes, que JUNTOS, em cima do palco quebravam tudo.

Dentro dessa situação que se tornou insustentável, estamos sendo ameaçados e coagidos por pessoas que nunca fizeram parte da banda e que quase nunca participaram do nosso convívio pessoal e profissional ao longo da existência do Charlie Brown Jr. Estamos na estrada desde 97, sempre tocamos nos maiores festivais do Brasil e do exterior, construindo relações importantes, as quais vem sendo nitidamente abaladas por quem não construiu essa história!

Nem laços sanguíneos ou afetivos podem nos proibir de tocar NOSSAS MÚSICAS! Não se trata de dar continuidade ao que fomos e muito menos criar uma nova banda, mas sim, em nome do nosso compromisso com os fãs e com o que é certo, decidimos celebrar os 30 ANOS DA NOSSA CARREIRA E DA NOSSA BANDA! E visando o correto, aproveitamos pra resolver algumas coisas que estão pendentes há muitos anos…

Apesar do reconhecimento da banda ter se expandido até fora do país, Charlie Brown, legalmente, é um importante personagem de uma grande empresa americana. Então, para realizarmos essa turnê, [em] 2022 sairemos na estrada com o C. BROWN JR. – TOUR CELEBRAÇÃO 30 ANOS! Juntos com vocês, que são os que nos movem, e com todo respeito que temos aos nossos brothers que não estão mais aqui com a gente, vamos manter vivo esse legado… E DESSA VEZ DEIXA A HISTÓRIA SER CONTADA POR QUEM REALMENTE VIVEU ELA!!!

Marcão Britto e Thiago Castanho

   
Compartilhar