Front Man, de Round 6
 

Fenômeno atual da Netflix, a série sul-coreana Round 6 pode ganhar uma segunda temporada e, de acordo com o criador Hwang Dong-hyuk, o novo arco provavelmente se concentraria no personagem mascarado Front Man, interpretado por Lee Byung-hun (via NME).

Ele, que anteriormente havia declarado que a continuação da série soaria “desgastante” e que “não tinha planos” de seguir em frente com a trama, declarou ao The Times:

Uma [das ideias] seria a história do Front Man. Se eu fosse fazer isso, eu certamente não faria sozinho.

Talvez uma conversa com os chefões da gigante do streaming tenha feito Hwang mudar de ideia, já que o diretor executivo da Netflix, Ted Sarandos, enalteceu a produção. Em entrevista ao site CNET, ele falou que Round 6 será “definitivamente nosso maior produto em língua não-inglesa” e ressaltou uma “grande chance de se tornar nosso maior título na história”.

Quem também deu a entender que a segunda temporada de Round 6 pode estar a caminho foi o ator Wi Ha-joon, que vive o policial Jun-ho na série:

Minha esperança é que a a segunda temporada aconteça, Jun-ho retorne vivo, e a história com o irmão de Jun-ho se resolva bem. Eu realmente quero que Jun-ho viva. Mas isso não podemos prever. Somente o diretor sabe, [mas] eu quero viver e aparecer na segunda temporada

Round 6 acompanha um grupo de pessoas que, por causa de dívidas, aceita participar de uma competição mortal comandada por um homem mascarado chamado Front Man, líder dos jogos.

Desesperados para sair da calamidade financeira em que se encontram, os participantes tentam conquistar o prêmio de 49 bilhões de wons (aproximadamente R$221 milhões).

Netflix é processada por alto tráfego de dados com Round 6

O sucesso de Round 6 é tão grande que a empresa de internet SK Broadband, da Coreia do Sul, abriu processo contra a Netflix por causa do alto tráfego de dados utilizados pelo público para assistir à produção.

A companhia exige que o serviço de streaming se responsabilize pelos custos de manutenção do fluxo de dados, representado em cerca de R$124 milhões. A SK Broadband ainda afirma que a Netflix é a segunda maior geradora de tráfego de dados na Coreia do Sul, perdendo apenas para o YouTube.

LEIA TAMBÉM: Enxadrista processa Netflix por fala “nojenta e sexista” em “O Gambito da Rainha”

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar