Tom DeLonge e Mark Hoppus
 

A reunião de Mark Hoppus com Tom DeLonge em um programa de rádio animou os fãs do blink-182 e ainda rendeu um papo bem legal entre os ex-colegas de banda.

Provando que a amizade resistiu ao fim da parceria, já que DeLonge deixou o grupo em 2015, os dois falaram sobre os primeiros anos do trio e, também, sobre seus momentos favoritos da banda.

Ao ser questionado por Hoppus sobre seu disco favorito, Tom titubeou um pouco, mas respondeu (via Brooklyn Vegan):

Eu provavelmente diria… essa é uma pergunta muito boa. Deus, há tantas coisas boas em todos eles. Eu realmente gosto, obviamente, do álbum homônimo no sentido da exploração musical que fizemos lá. […] Mas eu também tenho que dizer, quando fizemos o ‘Enema’, foi tipo, eu sabia que estávamos fazendo algo no momento que não foi feito antes. Mas também lembro de quando você escrever ‘Dammit’, como me lembro de ter feito um curso de composição musical na faculdade. Eu nunca pensei em uma música como uma estrutura tão simples, e ela realmente encorpou muitas decisões tomadas posteriormente. E se eu dissesse [o disco demo] ‘Flyswatter’? (risos)

Clipe favorito do blink-182

Já ao ser questionado sobre seu clipe favorito por Mark, Tom falou em “Down” e em “Always” — esse segundo, pela complexidade das filmagens.

Aprendi muito. Mesmo no meu clipe que acabei de fazer neste verão, ainda faço coisas que aprendi assistindo Joseph Khan fazer isso. Eu apenas achei brilhante.

DeLonge ainda brincou com o beijo de Travis Barker na garota do clipe, e como eles ficaram animados como se “tivéssemos 14 anos de idade”.

Mark Hoppus

O músico segue muito positivo quanto ao seu tratamento contra o câncer.

Como te contamos por aqui, Hoppus está se tratando de um linfoma, descoberto em abril deste ano. O baixista declarou que as sessões de quimioterapia estão dando certo, então continua compartilhando imagens suas no hospital para atualizar os fãs.

Na recente publicação abaixo, ele diz: “vejo vocês todos de novo em sete a dez dias”.