Cinemark
Foto Stock via Shutterstock
Ouça a Playlist Climão de Dia dos Namorados!   Ouça o novo álbum do Melim!  

O uso de máscaras não será mais obrigatório nas principais redes de cinema dos Estados Unidos para pessoas que já estão totalmente vacinadas contra a COVID-19.

De acordo com o Digital Music News, as empresas AMC, Cinemark e Regal informaram neste último fim de semana que seus clientes que já foram vacinados terão a liberdade de não usar máscaras enquanto estão nos cinemas.

Em uma publicação, a AMC explicou detalhadamente as diretrizes do uso de máscara de acordo com Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, buscando reafirmar seu compromisso com a saúde e a segurança antes de uma reabertura ainda mais flexível.

Porém, a empresa destaca que os clientes que ainda não receberam todas as doses da vacina devem continuar utilizando as máscaras no cinema, assim como aqueles que forem assistir filmes dentro de estabelecimentos que ainda exigem a proteção facial.

Reabertura dos Cinemas nos EUA

A Regal e o Cinemark anunciaram medidas sobre o uso da máscara semelhantes às que foram citadas pela AMC.

Um detalhe que chamou atenção no comunicado da Regal é que a empresa parece sugerir que todos os seus clientes, inclusive os que não estiverem totalmente vacinados, podem ficar sem máscara a menos que sejam obrigados a utilizar por ordens estaduais. Leia:

As máscaras não serão exigidas, a menos que exigido pelas diretrizes estaduais e locais. Onde as máscaras são obrigatórias, elas podem ser removidas apenas enquanto você come e bebe sentado em um auditório. Os funcionários monitoram os auditórios durante cada apresentação como uma prática padrão.

Prejuízo da Indústria Cinematográfica

Vale lembrar que em Junho do ano passado a gigante AMC anunciou que não sabia por quanto tempo iria conseguir se manter ativa pois esperava um prejuízo de cerca de R$10 bilhões (US$2,4 bilhões) para o primeiro trimestre de 2020.

Além dos cinemas, as casas de shows também estão começando a reabrir e estabelecendo suas próprias medidas de segurança com relação às pessoas que já estão vacinadas ou não.

Seguindo esse ritmo, festivais e turnês de bandas e artistas já estão confirmadas para realizar suas edições a partir do verão norte-americano.