Nas fala sobre nova geração de rappers
Divulgação / Spotify
 

Com quase 30 anos de carreira no Hip Hop, o rapper Nas revelou recentemente que não se sente pressionado pela nova geração de artistas do Rap.

Em uma entrevista para o Financial Times (via HipHopDx), o cantor falou sobre sua trajetória, empreendimentos nos negócios e ainda comentou sobre o atual cenário do Hip Hop.

Sobre os novos rappers, Nas diz não duvidar da capacidade de produção desses artistas mas ao mesmo tempo confessa que não são letras que “tirem seu sono”:

Agradeço o que está lá fora, mas não há ninguém me mantendo acordado à noite. Eu ouço um novo álbum de rap e acho que é ótimo, mas já não ouço esse mesmo disco na semana seguinte.

Nas

O rapper nova-iorquino continua se adaptando musicalmente e investindo em sua carreira. Seu álbum King’s Disease, lançado em 2020, está concorrendo na categoria de Melhor Álbum de Rap no Grammy Awards 2021, que acontecerá no dia 14 de Março.

Outros veteranos também estão na disputa, entre eles Freddie Gibbs com o disco Alfredo, Jay Electronica com A Written Testimony e Royce da 5’9” com The Allegory Royce. Os músicos estão concorrendo com o novato D Smoke e o seu álbum Black Habits.

Nova geração de rappers

Nas aproveitou para mandar um recado aos artistas mais novos e falou que o principal foco de quem está produzindo deve ser o motivo pelo qual ele está fazendo aquela música.

O negócio é difícil e poucos artistas conseguem. Mas, contanto que você mantenha sua alma, contanto que esteja feliz sabendo que contribuiu com algo positivo para a atmosfera, então você não pode perder.

Ninguém sai ileso, você sabe. Vai haver alguma turbulência, mas você está aqui para fazer música, mudar vidas e ajudar as pessoas.

Dos artistas da nova geração, quem impressionou o rapper foi o jovem Pop Smoke, que faleceu em Fevereiro do ano passado aos 20 anos de idade. Nas até disse que pensa em um dia produzir uma faixa Drill, que é um estilo de trap.

Ficamos felizes em ver aquele jovem rei aparecer. Ele era uma lufada de ar fresco. O movimento de músicas Drill em Londres, Chicago e Nova York é realmente emocionante.

A Billboard anunciou nesta quarta-feira (3 de Março), que o disco póstumo de Pop, Shoot for the Stars Aim for the Moon, conquistou a 17ª semana como número 1 na parada de álbuns de R&B/Hip Hop. Essa foi a permanência mais longa no topo desde 1990.

 
 
Compartilhar