No Doubt no Brasil em 1997
Foto: Reprodução/YouTube
 

Em 2020, um dos álbuns mais antológicos da história da música, Tragic Kingdom, completou 25 anos.

Lançado em 10 de Outubro de 1995 pelas gravadoras Interscope e Trauma, o disco de 14 faixas foi um marco fundamental na carreira do quarteto californiano de ska punk/pop rock No Doubt, tornando-se o disco mais bem sucedido e mais emotivo da história da banda composta por Gwen Stefani (vocais), Tony Kanal (baixo, teclado), Tom Dumont (guitarra, violão, teclado) e Adrian Young (bateria e percussão).

No Doubt - Tragic Kingdom

Com músicas que surgiram após o doloroso término de relacionamento de Tony Kanal com Gwen Stefani (eles estiveram juntos por 7 anos), o grupo logo cativou pessoas do mundo inteiro e, depois de quase 10 anos de altos e baixos desde sua formação, finalmente começou a ter notoriedade.

Hits como “Don’t Speak”, “Excuse Me Mr.” e “Just a Girl” levaram em pouco tempo o No Doubt ao 1º lugar das paradas mundiais e fizeram a banda dar início a uma coleção de prêmios importantes, com destaque para os Grammys.

No Doubt no Brasil em 1997

Tragic Kingdom também foi o responsável por levar o No Doubt a excursionar pelo mundo inteiro, incluindo sua única visita ao Brasil no final de Outubro e começo de Novembro de 1997.

A banda realizou shows em Curitiba (na Pedreira Paulo Leminski, no dia 31/10) e em São Paulo (no Ginásio do Ibirapuera, no dia 01/11) como parte do Festival Close-Up Planet, além de ter feito também uma inesquecível passagem pelo Rio de Janeiro (no antigo Metropolitan, no dia 03/11).

Nos shows, que foram apontados pela própria banda como alguns dos melhores de sua carreira, o grupo, que trouxe ainda a dupla Gabrial McNair e Stephen Bradley como músicos de apoio na turnê, dividiu o palco com David Bowie e Erasure, além de nomes nacionais como Barão Vermelho, Paralamas do Sucesso e Charlie Brown Jr., que começava a ganhar destaque na época.

No Doubt no Rio de Janeiro

O show em terras cariocas foi, felizmente, exibido na época pelo canal Multishow, que eternizou uma apresentação histórica de uma era que deixou saudade e mostrou o No Doubt impecável e em seu ápice não só de sucesso, mas também de autenticidade e entrosamento. Você pode conferir o vídeo logo abaixo.

Acompanhados com cantos em uníssono vindos de um público contagiado pela explosão de energia que a banda inteira entregava de forma única no palco, os integrantes do No Doubt estavam sempre correndo de um lado para o outro, pulando, fazendo brincadeiras entre si e com os fãs.

Além de faixas de Tragic Kingdom, o show também contou com versões de The Specials, The Vandals, John Williams e Sublime, com quem o No Doubt sempre dividia os palcos em turnês pelos Estados Unidos.

Setlist:

  1. “Tragic Kingdom”*
  2. “Excuse Me Mr.”*
  3. “Different People”*
  4. “Happy Now?”
  5. “Just a Girl”*
  6. “D.J.s” (Sublime cover)*
  7. “The Climb”*
  8. “Total Hate ’95”
  9. “End It on This”
  10. “Hey You”*
  11. “The Imperial March” (John Williams cover)
  12. “Move On” / “Ghost Town” (The Specials cover)
  13. “Don’t Speak”*
  14. “Sunday Morning””
  15. “Spiderwebs”*
  16. “Oi to the World” (The Vandals cover)*

*Faixas exibidas pelo Multishow no vídeo abaixo e captadas pelo fansite Everything In Time

Continua após o player

Os 25 anos de Tragic Kingdom e o provável fim do No Doubt

Depois de muitos fãs pedirem e a ala masculina do No Doubt tentar, infelizmente não aconteceu um acordo com Gwen Stefani (que está focada em sua vida com Blake Shelton, em sua carreira solo e em seu assento como jurada do The Voice norte-americano) para que o grupo pudesse se reunir e celebrar de algum modo o disco mais importante de sua carreira.

Em postagem para relembrar o lançamento de Tragic Kingdom, o guitarrista Tom Dumont chegou a finalizar anunciando que o grupo possivelmente nunca mais irá se reunir. Leia aqui.

Acontecimentos marcantes na carreira do No Doubt

Quando o grupo celebrou em 2012 seus 26 anos de carreira e lançou o que viria a ser seu último álbum de estúdio, Push and Shove, que na época simbolizou o primeiro disco inédito da banda em 11 longos anos, o Tenho Mais Discos Que Amigos! elaborou um especial com acontecimentos marcantes na carreira do No Doubt.

Confira aqui na íntegra a matéria, que englobou destaques da carreira da banda desde sua criação na garagem dos irmãos Stefani em 1986 até seu último lançamento, o próprio Push and Shove.