Yoko Ono e Liam Gallagher
Fotos: Wikimedia Commons

É normal que se queira batizar os filhos com o nome de lendários astros da música — ainda mais quando se trata de John Lennon, uma das figuras mais cultuadas da história, e que continua tendo uma legião de fãs mesmo quatro décadas depois de sua morte.

Contudo, trago uma notícia ruim aos 1.154 pais e mães brasileiros que chamaram seus filhos de “Lennon” (censo do IBGE de 2010): embora a homenagem seja de coração, a Yoko Ono não recomenda que ninguém faça isso. Na verdade, ela o considera um nome bem bobo.

Foi o que ela disse ao Liam Gallagher quando eles se encontraram em Nova York em 1999. Na ocasião, Liam, que é fã declarado de John Lennon, tinha acabado de batizar seu filho em homenagem ao compositor.

Liam Gallagher e Yoko Ono

Em entrevista ao Daily Mirror (via NME), Liam contou que a conversa foi mais ou menos assim:

Yoko: Ouvi que você chamou seu filho de Lennon.

Liam: É, sim.

Yoko: Por que? Você não acha um nome meio bobo?

Liam: Não. É meio bobo se chamar Yoko, não é?

Yoko: Você não tem medo de que ele sofra bullying na escola?

Liam: Não, cara, ele vai brilhar com esse nome.

Depois disso, ela o serviu uma xícara de chá e o convidou para tocar piano. Assim como o Liam, também acho que a preocupação da Yoko era infundada. Eu chamaria meu filho de George Harrison numa boa. Ringo, já é outra história.

LEIA TAMBÉM: Liam Gallagher diz que som de Noel é “tão ruim que chega a ser ofensivo”