Sebastian Bach, Mike Portnoy e David Crosby fazem críticas a presidente do Spotify
Fotos via Wikimedia Commons

Nos últimos dias, te explicamos por aqui que o presidente do Spotify, Daniel Ek, deu declarações bem frias que basicamente relacionavam a dificuldade dos artistas em serem pagos pela plataforma à falta de produção de conteúdo.

Tratando a música não como arte e sim como produto, Ek ordenou: “façam mais discos”. Ele ainda frisou que “você não pode gravar músicas uma vez a cada três ou quatro anos e achar que isso será suficiente”, e é óbvio que tudo isso deixou muita gente da indústria revoltada.

Nomes que vão desde músicos lendários do Rock como David Crosby Mike Mills (R.E.M.) até a música independente brasileira se pronunciaram contra as declarações de Ek e alguns foram bastante incisivos nisso.

Crosby, por exemplo, chamou o presidente da empresa de “pedacinho de merda obnóxio e ganancioso”. Já o vocalista Sebastian Bach (ex-Skid Row) falou que vai ouvir algum conselho de Daniel sobre seus álbuns quando este tiver lançado um álbum.

Você pode ver algumas das reações abaixo e vale sempre lembrar que, segundo o site da distribuidora Ditto, a plataforma de Ek paga US$0,00437 por stream enquanto outras como o TIDAL entregam US$0,01284 por reprodução.

Reações de músicos às declarações de Daniel Ek (Spotify)

David Crosby

“Você é um pedacinho de merda obnóxio e ganancioso, Daniel Ek”

Mike Portnoy

“Que putinha gananciosa…já é ruim o suficiente que ele valha BILHÕES baseado em roubar e dar as músicas de outros músicos…mas agora ele sugere que a gente precisa fazer MAIS música para ELE ganhar mais dinheiro!!! F***-se o Spotify e F***-se o Daniel Ek! Eu tenho 8 discos completos lançados em 2020 & vou ganhar AMENDOINS nele (se ganhar qualquer coisa…) Então a teoria dele de artistas precisarem fazer MAIS música para serem bem-sucedidos é uma merda! F***-se o Daniel Ek & f***-se o Spotify! Apoie OS ARTISTAS DIRETAMENTE se você quer que eles continuem fazendo música…”

Mike Mills (R.E.M.)

“Música = produto, e tem que ser lançada regularmente, diz o bilionário Daniel Ek. Vai se foder.”

Dee Snider (Twisted Sister)

“Enquanto você (o ouvinte) se beneficia & aproveita o Spotify, é parte do que está matando uma enorme fonte de renda para artistas/criadores. A quantidade de artistas ‘ricos o suficiente’ para segurar essa perda é cerca de 0,0001%. A solução do Daniel Ek é que a gente escreva & grave mais coisas?! Foda-se ele!”

Sebastian Bach (ex-Skid Row)

“Quando esse cara lançar um álbum eu vou ouvir o que ele tem a dizer a mim sobre os meus álbuns”

Geoff Barrow (Portishead)

“Há vários artistas que conseguem ganhar muito bem com o Spotify. A maioria deles tem o direito das próprias músicas e as canções são umas merdas estilo coisas ao vivo e sem qualquer descrição. Então fiquem de olho para minha coleção de ‘batidas chill’ em breve.”

Adrian Utley (Portishead)

“Como esse cretino ousa nos dizer como fazer música! Eu gostaria que todos nós parássemos de dar esse prazer a ele. É de ficar muito puto.”

Nadine Shah

“O milionário Daniel Ek mandando a real aqui. O que podemos fazer? Estou cansada de ter que puxar o saco dessas empresas que exploram a mim e outros criadores de música. Nós precisamos que toda a comunidade musical (inclusive os fãs) se juntem para demandar mudanças.”

Brian Fallon (The Gaslight Anthem)

“Eu queria tirar esse momento para agradecer as pessoas que compram os meus álbuns. De verdade, obrigado.”

Trizz

“Para cada 100,000 streams o Spotify paga US$400…..Apple paga US$600…..Tidal paga US$2800. Infelizmente nenhum de vocês aceita o Tidal….é sempre Spotify oy Apple Music…risos a empresa de negros paga mais e é a que menos recebe amor. Decepcionado”

Lupe Fiasco

“Só uma correção para o presidente do Spotify: o calendário de lançamento de músicas através dos anos era um padrão criado pela indústria das gravadoras para manter os artistas em contrato por mais tempo e também devido aos ciclos de imprensa/mídias + tempo para manufaturar & distribuir unidades físicas.”

Zola Jesus

“É extremamente claro que o bilionário do Spotify Daniel Ek nunca fez música, ou qualquer tipo de arte pra falar a verdade. Ele se recusa a entender que há uma diferença entre commodities e art. O potencial de crescimento cultural irá sofrer por isso. Como musicista eu estou com raiva e desapontada que uma empresa com tanta influência global como o Spotify pode ser tão irresponsável nas formas como ela apoia as artes”

Teago Oliveira (Maglore)

Thiago Pethit

Fred Mattos (Sound Bullet)

 
Compartilhar