Chester Bennington em Madrid, 2017
Foto via Shutterstock
 

Há exatos três meses, em 20 de Julho de 2017, o mundo perdeu o talento de Chester Bennington, vocalista do Linkin Park.

O músico foi encontrado morto em sua casa após se enforcar e desde então o mundo todo tem prestado homenagens ao cara, com um show programado pela banda para rolar dentro de alguns dias.

O site TMZ teve acesso ao testamento de Chester Bennington e apesar do documento não entrar em detalhes quanto aos valores do patrimônio do músico, ele traz uma passagem incrível que diz muito sobre a forma como ele encarava sua família.

LEIA TAMBÉM: Linkin Park lança entrevista gravada dias antes da morte de Chester Bennington

Chester tinha seis filhos de três relacionamentos diferentes, tratava todos da mesma forma e para garantir que eles continuassem próximos após a sua passagem, incluiu o seguinte trecho no testamento:

Peço que as mães ou guardiãs dos meus filhos encorajem e permitam que os meus filhos se visitem e visitem todos os meus familiares e todos os familiares da minha esposa de forma regular, para que meus filhos saibam que eles têm uma família enorme que os ama.

Ainda no testamento ele deixa claro que há dinheiro suficiente em um fundo a ser usado para essas viagens familiares.

O nome principal do testamento e responsável por tudo que Chester pediu nele é a viúva do músico, Talinda Bennington, e o site aponta que o nome “alternativo” seria Jonathan Schwartz, ex empresário do músico que está preso por ter roubado milhões de clientes como Alanis Morissette e Beyoncé.

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar