Foto: Reprodução/YouTube
Ouça o novo álbum do Melim!  

Mais de um mês após a repentina morte de Chris Cornell, ainda é difícil de acreditar que o músico realmente se foi. Mas como sempre, a música está aí para nos ajudar a superar várias barras pesadas, e se tem algo que Chris fez em vida foi música boa.

Em 1993, quando o Soundgarden gravava seu quarto disco de estúdio, Superunknown, lançado no ano seguinte, uma das canções que ficaria marcada para sempre na história do rock nasceu de forma inesperada.

Composta em apenas 15 minutos pelo frontman, a incrível “Black Hole Sun” foi quase esnobada por Cornell. Em 2009, ele revelou:

Escrevi a canção pensando que a banda não gostaria — acabou virando o maior hit daquele verão.

Já sobre a letra, Chris disse:

É como se fosse uma terra de sonhos surreais, uma música que brinca com seu próprio título. […] Ela é provavelmente a única letra que escrevi apenas por escrever, brincando com as palavras. Acho que funcionou para muitos que a ouviram, mas não tenho ideia de como alguém consegue levá-la ao pé da letra.

O destaque da música se dá, porém, pela habilidade vocal de Cornell. É inegável que o cantor foi (e ainda é!) uma das maiores vozes do rock, e seu talento com certeza fará muita falta. Como a própria letra diz: “no one sings like you anymore (ninguém mais canta como você).”

Para celebrar a carreira de Chris — e também dar um up no seu dia –, ouça abaixo os arrepiantes vocais isolados do frontman em “Black Hole Sun”.