Diário de Palco
 

Como uma banda antiga que decidiu voltar aos palcos, o Diário de Palco recomeça. Para quem não conhece (talvez a maioria dos leitores desse post), é valido trazer um pequeno resumo da história desde blog que vai falar sobre o rock na Europa, assim como os motivos que me instigam.

História

O Diário de Palco nasceu em 2009, quando transformei minha tese de graduação em jornalismo em um livro com 10 perfis sobre músicos e empresários da cena hardcore. O livro ganhou destaque na MTV e no mesmo ano virou um blog por lá. Também gravei com o Showlivre sobre o livro:

Foram quase dois anos, até que a MTV decidiu fechar a seção de blogs internos. Meses depois, ainda em 2011, eu decidi recomeçar o blog sozinho e voltei a ser parceiro da MTV. Em 2012 fui um dos 80 “notáveis” que decidiu os vencedores do VMB.

A segunda fase do Diário durou outros dos anos ativos, até meados de 2013 e mais algum tempo com o site no ar, sem atualizações, como uma banda que não tinha certeza se havia acabado.

Durante estes três anos eu deixei de trabalhar como jornalista e também de acompanhar a cena brasileira de hardcore de perto. O maior motivo foi simplesmente estar fisicamente longe dela, quando me mudei de São Paulo para Buenos Aires e agora Amsterdã, de onde escrevo.

Debate sobre a cena hardcore organizado pelo Diário de Palco e pelo Espaço Jovem de São Caetano do Sul, realizado em 2009
Debate sobre a cena hardcore organizado pelo Diário de Palco e pelo Espaço Jovem de São Caetano do Sul, realizado em 2009

Nova perspectiva

São simples os motivos que me trazem de volta: tenho tido a oportunidade de acompanhar muitas bandas que sempre sonhei em assistir de perto, de investigar como funciona uma cena diferente da nossa e principalmente, a saudade de fazer jornalismo.

Neste terceira fase, teremos no Diário de Palco temas como: bandas de rock (brasileiras e gringas) pela Europa, festivais, marketing para bandas, mercado musical e aplicativos relacionado à música.

Amigos de longa data

Em 2009, conheci o TMDQA graças ao Diário de Palco (quando virou blog na MTV) e já naquele tempo trabalhei junto com o Tony Aiex em uma entrevista com o The Get Up Kids, além de termos nos tornado grandes amigos. É um prazer recomeçar em uma nova casa!

Ainda que uma banda que vive do passado não seja exatamente um grande plano, a próxima publicação do Diário ainda será bem old school: nesta sexta-feira (1) publico sobre a volta do At The Drive-In que passa nesta semana aqui por Amsterdã.

This station is operational!