É, amigo. Se a primeira parte da nossa lista com 20 discos que completam 20 anos em 2015 não te deu aquele sentimento de “como estou velho”, é melhor se segurar na cadeira.

Trouxemos mais 20 discos que foram lançados em 1995 e estão celebrando duas décadas esse ano, para que você ouça, relembre, divirta-se e tente não pensar que comprou muitos desses em CD, na loja, há muito tempo.

Silverchair

Frogstomp

Silverchair - Frogstomp

Frogstomp é o disco de estreia da banda australiana Silverchair, cujos integrantes, na época, tinham 15 anos de idade.

A capacidade vocal, de composição e dos riffs da banda impressionou e hits como “Tomorrow”, “Pure Massacre” e “Israel’s Son” marcaram uma geração.

 

Rancid

…And Out Come The Wolves

rancid-and-out-come-the-wolves

Em 1994 o Rancid havia lançado seu segundo disco de estúdio, Let’s Go, e chamado a atenção de diversas gravadoras grandes.

Um ano depois, a banda optou por continuar na gigante do underground Epitaph Records e lançou …And Out Come The Wolves, um dos discos mais importantes na história do punk.

 

Ramones

¡Adios Amigos!

Ramones - Adios Amigos

Há 20 anos o Ramones decidiu lançar seu décimo quarto disco de estúdio e o último da carreira, batizando o trabalho adequadamente de Adios Amigos.

“I Don’t Wanna Grow Up”, cover de Tom Waits com a cara inconfundível do grupo, tornou-se um dos grandes hits do ano.

 

Goo Goo Dolls

A Boy Named Goo

Goo Goo Dolls - A Boy Named Goo

O Goo Goo Dolls ficou conhecido no mundo todo através do seu apelo pop de mega hits como “Iris”.

Acontece que muito antes do single lançado em 1998, o grupo já lançava, em 1995, seu quinto disco de estúdio através de uma gravadora especializada em música pesada, a Metal Blade.

“Name” é tido como o primeiro grande sucesso do grupo e está em A Boy Named Goo.

 

Titãs

Domingo

Titãs - Domingo

Dois anos antes de explodir no Brasil inteiro com o Acústico MTV, o Titãs lançou seu oitavo disco de estúdio, Domingo.

O disco abria com a pesada “Eu Não Aguento”, inspirada em Secos e Molhados, e ainda trouxe hits como a faixa título, “Eu Não Vou Dizer Nada”, “Tudo O Que Você Quiser” e a parceria com Herbert Viana em “O Caroço da Cabeça”.

Nomes como Andreas Kisser, Igor Cavalera e João Barone também aparecem no disco.

 

Coolio

Gangsta’s Paradise

Coolio - Gangsta's Paradise

Gangsta’s Paradise, segundo disco do rapper Coolio, tornou-se um dos álbuns mais importantes da história do hip hop.

A faixa título teve papel fundamental para que o álbum vendesse 3 milhões de cópias só nos Estados Unidos.

 

No Use For A Name

Leche Con Carne

No Use For A Name - ¡Leche con Carne!

Leche Con Carne é o terceiro disco de estúdio da banda de hardcore melódico No Use For A Name.

Lançado pela influente Fat Wreck, o álbum tinha hits do punk rock como “Justified Black Eye”, “Soulmate”, “Fatal Flu” e a versão da banda para “Redemption Song”, de Bob Marley, sempre presente nos shows.

Para divulgar o álbum, a banda excursionou com o Offspring durante a turnê do super bem sucedido Smash, e depois disso quem entrou no grupo foi o guitarrista Chris Shiflett, hoje no Foo Fighters.

 

Millencolin

Life On A Plate

Millencolin - Life On A Plate

Em 1995 o Millencolin lançou na Suécia, seu país de origem, o segundo álbum de estúdio da carreira, Life On A Plate.

Sua mistura de ska, punk e hardcore melódico colocou a banda no mapa com músicas como “Bullion”, “Move Your Car” e “Story Of My Life”.

A capa do disco, desenhada pelo guitarrista da banda, Erik Ohlsson, também foi fundamental para a popularização do Millencolin, e chegou a ganhar prêmio na Suécia.

Um ano depois o disco saiu nos Estados Unidos via Epitaph.

 

Bruce Springsteen

The Ghost Of Tom Joad

bruce-springsteen-the-ghost-of-tom-joad

O décimo primeiro disco de estúdio de The Boss traz as raízes de Bruce Springsteen, ligadas ao folk, em canções acústicas.

The Ghost Of Tom Joad é dividido em 7 músicas solo e 5 com a banda, e sua faixa título tornou-se um dos ícones da carreira de Springsteen, foi regravada pelo Rage Against The Machine e ganhou nova versão no último disco do americano, High Hopes, lançado em 2014 e com participação de Tom Morello.

 

Sunny Day Real Estate

Sunny Day Real Estate

Sunny Day Real Estate - LP2

Com uma capa bastante simples e nome da banda batizando o disco, o segundo álbum do Sunny Day Real Estate ficou conhecido como LP2 ou The Pink Album.

Apesar de não ser tão impactante quanto Diary, disco de estreia do grupo, o álbum serviu para consolidar o nome da banda como um dos mais influentes no emo/alternativo dos anos 90.

O único problema é que segundo os próprios integrantes, a banda já havia acabado durante as gravações do disco, por isso a capa tão simples, músicas sem letras e mais.

O baixista Nate Mendel e o baterista William Goldsmith entrariam para o Foo Fighters após o fim da banda.