Meus Discos, Meus Amigos com Fábio Passadisco
 

Meus Discos, Meus Amigos com Fábio Passadisco
(Fábio Passadisco com o LP e o CD do disco Não me peçam jamais que eu dê de graça tudo aquilo que eu tenho pra vender do pernambucano Herbert Lucena)

Agrônomo de formação, Fábio Cabral de Mello, ou apenas Fábio Passadisco, abriu uma loja de discos no Recife em 2003. Desde então, o local tem conquistado a cada ano a vitória de se manter aberto, após várias lojas do mesmo ramo fecharem as portas. Além de vender LPs, CDs e DVDs, a Passa Disco já produziu e lançou quatro coletâneas com música pernambucana com selo próprio.

Loja Passa Disco no Recife

Em entrevista de 2011 para o site Música Ltda., Fábio disse que o foco da loja desde o início é a venda de trabalhos de “artistas independentes, principalmente os pernambucanos. E sempre que possível, promover lançamentos, tardes de autógrafo, pocket-shows”.

Como admirador e colecionador de discos, incluindo os de vinil, o TMDQA! resolveu fazer um Meus Discos, Meus Amigos com ele. Confira logo abaixo:

TMDQA!: Qual o disco de vinil mais importante da sua coleção?

Fábio Passadisco: Acredito que sejam o de Flaviola e o Bando do Sol (de 1976), o Satwa de Lula Côrtes & Lailson (de 1973), entre outros.

Flaviola e o Bando do Sol - Flaviola e o Bando do Sol Lula Côrtes & Lailson - Satwa

TMDQA!: O que você acha da volta dos discos de vinil?

Fábio Passadisco: Acho muito interessante e saudosista; mas não acredito que superará as vendas de CDs.

TMDQA!: Qual foi seu primeiro disco (vinil/CD)?

Fábio Passadisco: A primeira fita K7 foi Bem de Jorge Ben; o primeiro LP foi Meus caros amigos de Chico Buarque e o primeiro CD do Olho de peixe de Lenine & Marcos Suzano.

TMDQA!: Que bandas tem ouvido ultimamente?

Fábio Passadisco: Como trabalho numa loja de CDs, escuto tudo ao mesmo tempo… Atualmente tenho ouvido muito o Los Sebosos Postizos e o Projeto Sal.

TMDQA!: Você tem mais discos que amigos?

Fábio Passadisco: Com certeza… Mas bem que eu queria ser igual a Roberto Carlos e ter um milhão de amigos!

TMDQA!: Como você percebe o mercado fonográfico pernambucano?

Fábio Passadisco: Vivendo, sem dúvidas seu melhor momento. De janeiro de 2011 a setembro de 2012 já foram lançados 300 discos de artistas pernambucanos.

TMDQA!: E como você percebe a venda dos discos de vinil na Passa Disco?

Fábio Passadisco: Vem crescendo dia após dia, mesmo que ainda timidamente. As Feiras de Vinil que temos feito tem ajudado a divulgar.

Primeira Feira de Discos de Vinil da Passa Disco

TMDQA!: Que lançamento de 2012 local é o seu favorito até o momento?

Fábio Passadisco: O projeto ForrOccitània de Silvério Pessoa & La Talvera.