Paul McCartney em Curitiba, 2019
 

Depois de realizar duas apresentações apoteóticas em São Paulo, Sir Paul McCartney conquistou a plateia de Curitiba em show no Couto Pereira no último sábado (30). Em turnê pelo mundo com seu mais recente disco, Egypt Station, lançado no ano passado, o músico de 76 anos trouxe a The Freshen Up Tour para somente duas cidades brasileiras, mas valeu muito a pena.

Com o estádio lotado, quase 43 mil pessoas testemunharam o vigor, talento e simpatia de uma das maiores lendas vivas da história do rock em mais de duas horas e meia de apresentação e 39 canções. Marcado para 21h30, o show começou poucos minutos antes do horário previsto, quando Paul entrou com a sua banda, formada por Rusty Anderson (guitarra), Bryan Ray (guitarra), Paul Wickens (teclados) e o trio de metais Hot City Horns.

Para abrir o repertório, Macca cantou o sucesso dos Beatles “A Hard Day’s Night”, presente no disco homônimo lançado em 1964. Na sequência, veio “Junior’s Farm”, canção do Wings que faz parte da coletânea Wings Greatest, de 1978. “Can’t Buy Me Love” colocou todo mundo para dançar e “Letting Go”, do álbum Venus and Mars, lançado pelo Wings em 1975, fez o público cantar de olhos fechados.

Arriscando diversas frases em português, Paul também divertiu os fãs com a quantidade de gírias nacionais que disse ao longo do show. Entre uma música e outra, teve “tamo junto”, “suave na nave”, “é hora de vazar”, “massa”, “tamo bombando”, além de um “só as gurias”.

“Who Cares” foi a primeira canção do Egypt Sation a entrar no setlist, e também da carreira solo do britânico. Na continuação vieram outros hits dos Beatles como “Got to Get You Into My Life“, “I’ve Got a Feeling”, “I’ve Just Seen a Face”, “From Me to You” e “Love Me Do”. Paul também não esqueceu das músicas famosas do Wings como “Let Me Roll It”, “Let ‘Em In” e “Nineteen Hundred and Eighty-Five”. A apresentação teve ainda faixas icônicas da carreira de Macca como “My Valentine”, “Maybe I’m Amazed” e “Dance Tonight”.

Antes de “Blackbird”, do disco The Beatles (1969), conhecido popularmente como “Álbum Branco”, Macca falou sobre o significado da música e pediu respeito aos direitos humanos. O público então acendeu as luzes de seus smartphones e iluminou o estádio de uma ponta a outra. Logo após, Paul dedicou “Here Today”, presente em Tug of War, de 1982, a John Lennon, emocionando a plateia.

Em seguida, o músico cantou “Queenie Eye”, do CD New, lançado em 2013, “Lady Madonna” e “Back in Brazil”, música composta por Macca em homenagem ao nosso país. Neste momento, as primeiras filas da pista premium soltaram balões verdes e amarelos. Mais tarde, o cantor lembrou de George Harrison em “Something”, quando apareceu no palco com um ukelele em mãos.

Na reta final da apresentação, os fãs acompanharam empolgados “Ob-La-Di, Ob-La-Da”, “Band on the Run” e “Back in the U.S.S.R.”. Em “Let it Be”, muitos choraram. Já “Live and Let Die” fez a plateia explodir diante das chamas de fogo à frente do palco. “Hey Jude” fechou lindamente o show antes do bis, com direito a cartazes espalhados pelo público escritos “Na Na”, em referência ao refrão da música.

No retorno, Paul surgiu empunhando a bandeira da Inglaterra, enquanto seus dois guitarristas balançavam, cada um, a bandeira do Brasil e a que representa a comunidade LGBTQI+, recebendo aplausos alvoroçados dos fãs. A sequência derradeira do show foi introduzida por “Birthday” e “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)”. A porrada “Helter Skelter” deixou a plateia ensandecida, para depois se acalmar com “Golden Slumbers”, “Carry that Weight” e “The End”.

Ovacionado por todos, Paul McCartney provou que ainda tem a vitalidade de um menino, o fôlego de um jovem e a experiência de um senhor que não vai parar de fazer aquilo que ama tão cedo.

Setlist:

1. “A Hard Day’s Night” (The Beatles)
2. “Junior’s Farm” (Wings)
3. “Can’t Buy Me Love” (The Beatles)
4. “Letting Go” (Wings)
5. “Who Cares”
6. “Got to Get You Into My Life” (The Beatles)
7. “Come On to Me”
8. “Let Me Roll It” (Wings)
9. “I’ve Got a Feeling” (The Beatles)
10. “Let ‘Em In” (Wings)
11. “My Valentine”
12. “Nineteen Hundred and Eighty-Five” (Wings)
13. “Maybe I’m Amazed”
14. “I’ve Just Seen a Face” (The Beatles)
15. “In Spite of All the Danger” (The Quarrymen)
16. “From Me to You” (The Beatles)
17. “Dance Tonight”
18. “Love Me Do” (The Beatles)
19. “Blackbird” (The Beatles)
20. “Here Today”
21. “Queenie Eye”
22. “Lady Madonna” (The Beatles)
23. “Back in Brazil”
24. “Eleanor Rigby” (The Beatles)
25. “Fuh You”
26. “Being for the Benefit of Mr. Kite!” (The Beatles)
27. “Something” (The Beatles)
28. “Ob-La-Di, Ob-La-Da” (The Beatles)
29. “Band on the Run” (Wings)
30. “Back in the U.S.S.R.” (The Beatles)
31. “Let It Be” (The Beatles)
32. “Live and Let Die” (Wings)
33. “Hey Jude” (The Beatles)

Bis:

34. “Birthday” (The Beatles)
35. “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)” (The Beatles)
36. “Helter Skelter” (The Beatles)
37. “Golden Slumbers” (The Beatles)
38. “Carry That Weight” (The Beatles)
39. “The End” (The Beatles)