Dave Phoenix Farrell, do Linkin Park
Foto: Creative Commons
 

Desde que Chester Bennington faleceu em Julho de 2017 o Linkin Park nunca falou claramente sobre qual seria o seu futuro.

Mike Shinoda saiu em carreira solo e até contou com a participação especial de colegas de banda em algumas das suas apresentações, mas a banda em si só se reuniu mesmo quando homenageou o saudoso vocalista.

Em nova entrevista para a rádio via satélite Sirius XM, o baixista Dave “Phoenix” Farrell disse que acha que o grupo irá se reunir, mas também fez questão de deixar bem claro que nem eles sabem como isso aconteceria:

É uma grande questão. Eu acho que a forma mais fácil de responder é provavelmente dizendo que eu não sei. E aí eu posso explicar. Os cinco de nós ainda amam a chance de se reunir. Nós saímos juntos com frequência. Eu acho que iremos fazer música juntos novamente. Todos queremos. Ainda gostamos de quando estamos juntos.

Mas nós temos um processo imenso de entender o que gostaríamos de fazer e como isso iria parecer. E eu não tenho uma ideia de quanto tempo levaria. Eu nunca passei por isso antes e não atravessei o processo completamente, então é realmente definir um dia ou horário.

Futuro do Linkin Park

Na mesma conversa, Phoenix ainda falou sobre como os fãs do Linkin Park ajudam no processo ao deixarem claro através das redes sociais que estão ali para eles:

A mídia social, de forma notória, pode ser um lugar realmente negativo, mas é tipo 99.9% positivo – do que eu vejo – em relação aos nossos fãs dizendo, ‘Estamos aqui. Gostaríamos de ouvir o que vocês estão fazendo. Gostaríamos de fazer parte, mas nós entendemos. Queremos que vocês estejam saudáveis e felizes e façam o que seja certo para vocês.

O último disco da banda é One More Light, lançado dois meses antes da morte de Chester Bennington em 2017.

LEIA TAMBÉM: Mike Shinoda zoa (e atiça) fãs brasileiros de Linkin Park