Pearl Jam e o clipe de
 

Não há dúvidas de que “Jeremy”, do álbum de estreia da banda, Ten, é um dos maiores sucessos do Pearl Jam.  A letra, composta pelo líder e vocalista Eddie Vedder, foi baseada no suicídio do estudante Jeremy Wade Delle.

Eddie havia lido em um jornal a notícia sobre o garoto de 16 anos que havia se matado com um tiro na frente dos colegas de classe, no Texas.

Porém, passados quase 30 anos, a família de Jeremy não havia se pronunciado e, pela primeira vez na televisão, a mãe do garoto, Wanda Crane, comentou o triste acontecimento.

O dia em que ele morreu não define a sua vida. Ele era um filho, um irmão, um sobrinho, um primo, um neto, um amigo. Ele era talentoso.

Eu estava trabalhando quando soube da notícia. Não acreditei na hora. Eu estava em choque. Não poderia ser meu filho. Eu iria pegá-lo na escola aquela tarde.

Para lidar com a dor causada pela perda do filho, Wanda passou a liderar um grupo em sua igreja que apoia pessoas que estão sofrendo.

Assim como na música do Pearl Jam, o jovem Jeremy realmente gostava de desenhar, e não demorou em se revelar um talentoso artista. Ganhou prêmios, sendo um deles aos 7 anos de idade, ao desenhar um elefante em tons de cinza.

A reportagem também ouviu Brittany King, colega de classe do garoto Jeremy que estava presente quando tudo aconteceu. Ela conta que todos correram para o fundo da sala com muito medo.

Sobre a homenagem da banda, Brittany é enfática:

Eu fiquei com raiva por eles escreverem essa música. Eu pensei: você não sabe, não estava lá. Essa história não é exata.

A mãe do garoto não se manifestou sobre a música criada pelo Pearl Jam.

Eddie Vedder já declarou em entrevistas que sempre pensa no garoto Jeremy quando canta.

E você, o que acha da homenagem?

LEIA TAMBÉM: Estrela do clipe de “Jeremy” ganha especial sobre sua vida e morte trágica