Layne Staley (Alice In Chains) em entrevista rara
Foto: Reprodução/YouTube
 

Uma entrevista rara do Alice In Chains em 1993 surgiu na internet nos últimos dias.

No vídeo, que mostra a banda em uma coletiva de imprensa na Finlândia, Layne Staley e companhia discutem a saída do baixista Mike Starr, o então presidente Bill Clinton, a turnê com o Metallica e diversos outros assuntos.

Um destaque da entrevista é a “previsão” da banda sobre a emergente cena grunge de Seattle, que rendeu seus melhores frutos nos anos 90. Sobre isso, o frontman Staley disse:

Eu acho que toda a cena de Seattle, esse grande ‘boom’ das bandas que saíram de Seattle é uma coisa temporária. Eu não acho que você vai ver muitas outras bandas saindo de Seattle. Talvez algumas mais, mas eu acho que as pessoas vão começar a procurar em outros lugares.

Previsão bem certeira, não? O então novo baixista Mike Inez ainda completou comparando a cena de Seattle com Nova York e Los Angeles, dizendo que nestas duas outras cidades não havia uma cena de novas bandas, já que as gravadoras queriam lançá-las ainda muito cruas.

O vocalista ainda contou a história de quando quebrou o pé enquanto estava em turnê com a banda, algo que o obrigou a fazer shows em uma cadeira de rodas.

Um trem passou por cima? Não, a história real é melhor que essa. Eu estava pilotando um triciclo. E aí um membro da produção da nossa turnê me viu de sua janela e ligou para outros membros, alguns deles para me parar. Então eles estavam todos balançando seus braços na minha frente e eu estava a toda velocidade. Sem freios. Daí eu virei e [tive que escolher entre] bater em um caminhão ou quebrar meu pescoço tentando pular. E o triciclo passou por cima do meu pé.

Assista ao vídeo com a entrevista no fim da publicação.

Alice in Chains

A banda acaba de lançar um disco novo e provou que, mesmo sem uma cena de Seattle ativa, ainda mantém o grunge vivo. Trata-se do álbum Rainier Fog, que resenhamos aqui.

O Alice in Chains está de viagem marcada ao Brasil em Novembro deste ano com o Judas Priest.