Digão, do Raimundos, crava: “Não deixe de acreditar no Rock”

Em entrevista, o artista falou sobre o cenário da música nacional atual, funk, Rodolfo e mais

Raimundos
 

De todas as bandas que agraciaram o cenário do rock nacional nas últimas décadas, o Raimundos com certeza foi uma das mais importantes.

E após mais de trinta anos na estrada, o grupo continua firme e forte, mesmo em uma época onde o rock não está tão proeminente e todas as músicas nos topos das paradas são de outros estilos musicais.

Em uma entrevista para o Olhar Conceito, o vocalista do grupo, Digão comentou um pouco sobre essa mudança e sobre quais as suas opiniões no atual cenário da música nacional.

Ao comentar o fato do rock estar em segundo plano atualmente, Digão foi bem esperançoso.

Mas isso é uma coisa que não me preocupa, pois acho que o rock n´roll vai estar ali borbulhando no underground e ele é de ciclos. Tivemos o ciclo dos anos 80 e 90, em 2000 tivemos uma galerinha, mas já foi algo mais diluído. Acredito e essa é a mensagem que passo para todo mundo que curte rock n´roll e que tem banda de rock: não deixe de acreditar, não tente fazer musiquinha só para diretor de rádio.

Ele também falou que, apesar de todos os membros terem percebido a mudança no tamanho do público nos shows, essas mudanças não afetaram muito o Raimundos por conta do tamanho da banda. Tocando no assunto, Digão também mencionou o futuro lançamento do DVD Acústico deles, que conta com participações de membros do Charlie Brown Jr.Natiruts, Capital Inicial e também da cantora Ivete Sangalo.

No mais, o músico foi bem crítico sobre o que faz sucesso nas rádios hoje em dia, afirmando que os artistas do funk e sertanejo que fazem sucesso só estão lá por conta do dinheiro que é movido pelas grandes gravadoras.

Desculpe-me, os espaços estão todos comprados. Ele está lá horas na TV? Puff, pagou para estar ali e lógico, pagando para rádio, pagando para tudo, uma hora as pessoas vão gostar, vão consumir. E aí amanhã ele ‘ah, olha aqui o disco de ouro que eu ganhei’. ‘Ganhei’ não, ‘paguei’.

Por fim, Digão comentou sobre Rodolfo, o antigo vocalista do Raimundos que acabou saindo da banda para seguir uma carreira como cantor gospel.

Não sei, não tenho contato. Minha vida tomou outro caminho, ele também, ele deixou bem claro isso, eu respeitei, mas nunca mais. De vez em quando ouvia falar de uma entrevista ou outra que ele falava mal, mas ele fala mal de uma coisa que usufrui, é triste. E outra: eu não quero saber, velho. É aquela história: agora quem não quer sou eu! (risos). Eu me realizei profissionalmente, gosto de cantar, acho estranho eu voltar a ser guitarrista, ficar em segundo plano. É estranho para mim, vai ser estranho. Eu não estou fechando a porta, mas é porque realmente é uma conversa muito mais profunda e eu não sou um cara de fazer concessões, tipo ‘ah, não posso cantar essa música’. Não, se quer ser do Raimundos tem que cantar qualquer uma, tem que ser do Raimundos mesmo.

Você pode ler a entrevista na íntegra clicando aqui.

Compartilhar

Comentários