10 discos que mudaram a vida de BRVNKS

BRVNKS é o nome do projeto de Bruna Guimarães que acabou de lançar um EP de estreia chamado Lanches pelo selo independente Dull Dog Records, de Goiânia.

Fazendo um som claramente inspirado na mistura de indie e punk rock aos moldes de bandas como Best Coast e Wavves, Bruna impressiona com seu cartão de visitas e agora mostra pra gente de onde vieram todas essas influências que não apenas moldaram suas canções como também mudaram a sua vida.

BRVNKS - Lanches

Você pode ver quais são os 10 discos que mudaram a vida da BRVNKS na sequência.

Clique em “Anterior” e “Próximo” ou ARRASTE A TELA COM O MOUSE para navegar.

 

1. The Smashing Pumpkins – Mellon Collie and Infinite Sadness


Eu comecei ouvindo esse disco por causa da capa, porque parecia muito o tipo de desenho que minha mãe gostava quando eu era pequena. Tinha umas ilustrações assim no sofá de casa. E como minha mãe não é tão chegada em música assim, é um álbum que me faz lembrar dela e da minha infância. E acabou se tornando um dos meus discos preferidos da vida inteira.

2. Pavement – Terror Twilight

Foi o primeiro disco que eu ouvi da minha banda preferida, e que tem minha música preferida de todas do mundo que é “Spit on a Stranger”. Ilustra muito o começo do meu amor pela música dos anos 90, mesmo ele sendo de 99 e eu sendo de 95, hehe.

 

3. Wavves – King Of The Beach

Quando eu ouvi esse disco a primeira vez me deu um piripaque na cabeça e me veio um “É ASSIM QUE EU QUERO IRMÃOZIN!!!!!”. Foi uma das primeiras bandas que fez exatamente o que eu mais gosto de ouvir, que caiu como uma luva, e que me deu a inspiração corretíssima pra começar a fazer as minhas coisas do jeito que elas são hoje. Eu devo tanto a esse álbum que eu nem sei dizer.

 

4. Descendents – Milo Goes To College

Primeiro álbum de punk/hardcore que eu ouvi e me deixou transtornada e empolgada. Não há nada mais sincero que o hardcore, amigos. o Descendents me fez um bem danado musicalmente e me abriu uma porta de curiosidades pra ouvir coisas diferentes numa época que eu ouvia basicamente heavy metal.

 

5. Beulah – The Coast Is Never Clear

O Givly me mostrou essa banda em 2014. Primeira vez em que fui pra Maceió, ouvi isso o mês todo enquanto tava lá e virou uma das minhas bandas preferidas. Muita lembrança de rolê legal, é bem significativo pra mim. Ouçam “What Will You Do When Your Suntan Fades?” Sério. Me dá até dor de barriga.

 

6. Pinback – Summer In Abaddon

Esse pra mim é uma obra prima, me dá uns sentimentos até esquisitos. Foi num tempo de muita frustração e era uma das coisas que eu ouvia pra não pensar em nada. Péssimas e ótimas lembranças de refúgio na música.

 

7. The Hives – Tyrannosaurus Hives


Também foi uma inspiração do caralho pra mim. É um tipo de CD que sempre me empolgou e ainda tenho muita vontade fazer algo com essa energia doida aí. Foi uma época maravilhosa da minha vida de quando eu fazia planos de ter banda com amigos de internet que eu tive a sorte de conhecer pessoalmente. E essa banda foi a trilha sonora dessas amizades, com certeza.

 

8. Grizzly Bear – Yellow House

Esse disco me deixa doida. Foi por causa dele que eu comecei a tentar tocar teclado (ainda tento) e também me desprender e fazer um tipo de música totalmente diferente do que eu faço hoje. Outros projetos, outras ideias. É maravilhoso, acho que esse muda a vida de qualquer um.

 

9. Enjoy – Punk Planet

Um grande “valeu” pra minha amiga Beatriz Perini que tem o poder de me apresentar coisas que eu fico obcecada. Esse foi o ápice. Não sei nem dizer como esse álbum mudou a minha vida diretamente, só que ele é tão desconhecido que eu sempre preciso que as pessoas ouçam esse moço que parece a Scarlett Johansson. Então ouçam. Também é uma inspiração de som completamente diferente pra mim.

10. Chastity Belt – Time To Go Home

Uma banda nova, de minas pra minas. Algo que tem mudado muito meu jeito de pensar e de querer escrever sobre outras coisas. Tem sido minha banda preferida nesses últimos meses, uma inspiração gigantesca numa época de grl pwr. Go gurllllll