Damon Albarn expressa apoio à Palestina durante participação surpresa no Glastonbury

Damon Albarn faz participação surpresa no Glastonbury e aproveita para se expressar em defesa da Palestina e falar sobre as eleições do Reino Unido.

Damon Albarn expressa apoio à Palestina durante participação surpresa no Glastonbury
Reprodução/Twitter

Damon Albarn se manifestou sobre a Palestina e o período de eleições do Reino Unido durante sua participação no Glastonbury na semana passada.

O líder do Blur fez uma aparição surpresa durante o show do Bombay Bicycle Club para tocar “Heaven”, música que aparece no último álbum do grupo, My Big Day, do qual Albarn participa.

Após ter agradecido o vocalista do Bombay, Jack Steadman, pelo convite, Damon reservou um momento para conversar com o público sobre “três coisas”. Inicialmente o astro pediu para que a multidão reagisse se fosse “pró-Palestina” e perguntou se todos concordavam que há uma “guerra injusta” acontecendo em Gaza.

Em seguida, o músico falou sobre as eleições gerais do Reino Unido, que acontecem em 4 de julho:

A importância de votar na próxima semana… Agora, não os culpo se tiverem dúvidas quanto a isso, mas ainda é muito importante.

Por último, o astro britânico fez uma sugestão aos fãs, declarando:

Talvez seja hora de pararmos de colocar octogenários no controle do mundo inteiro.

Confira a seguir o depoimento de Damon Albarn!

Damon Albarn fala sobre política em show

É bem provável que o fundador do Gorillaz estivesse se referindo ao debate presidencial dos Estados Unidos entre Donald Trump e Joe Biden, que aconteceu um dia antes de sua participação no Glastonbury, e envolve candidatos de, respectivamente, 78 e 81 anos de idade.

Além do discurso, Damon Albarn ainda concluiu sua participação no show com uma belíssima versão do clássico do Blur de 1999, “Tender”. Veja abaixo!