Childish Gambino problematiza treta entre Kendrick Lamar e Drake: "divertida, mas negativa"

Childish Gambino comenta rivalidade entre Kendrick Lamar e Drake e diz que, após o conflito, quer se divertir em seu novo disco. Saiba mais.

Childish Gambino aponta como a rivalidade entre Kendrick Lamar e Drake pode refletir na sociedade atual
Divulgação | Shutterstock | Wikimedia Commons

Childish Gambino, persona musical do artista Donald Glover, refletiu recentemente sobre a troca de provocações entre Kendrick Lamar e Drake ao falar do seu próximo disco Bando Stone in the New World.

Através de uma live realizada em sua conta do Instagram nesta semana, o músico e ator comentou que o conflito entre os rappers pode causar uma tendência preocupante na cultura moderna, e afirma que seu novo álbum representa uma resposta à sociedade que, em sua opinião, não tem se divertido o suficiente. Em seu depoimento, Gambino disse:

O problema é que não estamos nos divertindo o suficiente. Então, esse lançamento que está chegando é principalmente sobre diversão, estou tentando me divertir.

Eu sinto que há pessoas que não estão se divertindo o suficiente […] Quando eu era criança, havia grandes coisas que nos uniriam, e eu me sinto mal por todos vocês. Esta geração simplesmente não entende – vocês só têm, tipo, coisas ruins. Só o que todo mundo consegue fazer geralmente é uma merda.

Referindo-se à diss de Kendrick “Not Like Us”, que teve uma repercussão surpreendente e liderou as paradas, Childish Gambino continuou seu argumento, apontando:

Mesmo este ano, a maior diversão que tivemos foi com uma briga. Uma música de uma briga, de uma treta de rap. Da qual eu aproveitei cada minuto, foi muito divertido. Mas ainda assim, meio negativo sob certa luz, eu acho.

Na mesma transmissão, Glover também se demonstrou decepcionado após o single “Lithonia”, que marca a primeira prévia do seu novo disco, ter sido vazado pelo serviço de streaming AudioMack. A faixa está prevista para ser lançada na próxima terça-feira, 2 de julho.

Confira ao final da matéria o depoimento de Childish Gambino sobre seu novo disco e a rivalidade entre Kendrick Lamar e Drake.

Childish Gambino e as provocações entre Kendrick Lamar e Drake

Childish Gambino não foi o primeiro artista do Hip Hop a alfinetar as provocações feitas recentemente por Kendrick Lamar e Drake.

A opinião do músico chega após Questlove abordar as alegações feitas pelos rappers em suas faixas dissimuladas. Em sua conta do Instagram, o músico escreveu (via HipHopDX):

Ninguém ganhou a guerra. Isso não era uma questão de habilidade. Esta foi uma luta de luta livre, difamação e derrubada por todos os meios necessários – mulheres e crianças (e fatos reais) que se danem.

O mesmo público querendo sangue logo colocará postagens ‘detonando’ como se não fizessem parte do problema. O Hip Hop realmente está morto.

Charlamagne Tha God também compartilhou o que pensa ao participar de um episódio do The Breakfast Club. Apesar de ter apontado Lamar como o vencedor da briga, o apresentador disse que não apoia o fato deles estarem fazendo acusações sobre violência doméstica e abuso sexual em suas músicas:

Eu não gosto de ver esses irmãos se xingando por causa de uma briga de rap. Para mim, isso é cafona. Tipo, se você vai chamar alguém de pedófilo, se você vai chamar alguém de agressor de mulheres, você tem que ter alguma prova real. Você vai acusar meu amigo e minha garota de terem um bebê, e eu pensando que essa criança é minha — essas são algumas acusações pesadas.

Não é como se eles estivessem tentando responsabilizar um ao outro; eles estão apenas jogando esse tipo de acusação para tentar arruinar a imagem um do outro, e isso é uma loucura para mim. Fora isso, tem sido ótimo.

E você, o que achou dessa briga toda?