Phil Collins em 2000
Foto de Phil Collins via Shutterstock

Phil Collins é considerado um dos maiores astros da música nos anos 80, tanto por sua contribuição como baterista quanto como vocalista e tanto pelo trabalho com o Genesis quanto por sua elogiada carreira solo.

Apesar de ter conquistado uma enorme popularidade naquele período, o músico viu as vendas de seus discos decaírem nos anos 1990, especialmente por uma mudança de sonoridade que o levou para mais perto do Pop Rock e o afastou do gênero mais Progressivo, que o consagrou inicialmente.

Em 2010, pensando nesse contexto, Collins resolveu voltar ao passado e gravar um álbum de covers, chamado Going Back, que provava seu amplo e bom gosto musical. Na época, em parceria com o iTunes, Phil montou uma coleção com suas músicas favoritas de todos os tempos.

Músicas que marcaram a vida de Phil Collins

A primeira escolha de Phil foi uma faixa do The Action, banda descrita por ele como “uma das minhas favoritas de todos os tempos”. Lembrando dos shows que frequentava no Marquee Club de Londres, o astro escolheu o single “I’ll Keep Holding On” como uma das faixas que marcou sua vida.

O britânico também fez questão de destacar sua admiração pelo saudoso e brilhante baterista John Bonham. Prestando uma homenagem ao Led Zeppelin como um todo, Collins escolheu a faixa “When The Levee Breaks” e disse (via Far Out):

Agora, quando eu estava crescendo [como baterista] havia alguns bateristas que me chamaram a atenção ao longo dos anos. De Ringo [Starr] a Charlie Watts a Ginger Baker a Keith Moon. Mas acho que um dos melhores bateristas que já ouvi, e o primeiro baterista a quem aplaudi de pé, foi John Bonham.

Sobre uma performance que assistiu de Bonham ao lado de Tim Rose, antes do baterista integrar o Led Zeppelin, Phil apontou:

Isso coloca tudo em perspectiva: groove, som, atitude. Essa é provavelmente uma das melhores gravações de bateria já feitas na música pop.

Surpreendendo muitas pessoas, Phil Collins apontou que sua próxima escolha vem “em total contraste com o material mais pesado”, mencionando a faixa “I’m Not That Girl” do musical da Broadway Wicked. O artista disse que assistiu ao espetáculo enquanto escrevia músicas para o filme Tarzan, da Disney, e ficou “impressionado” com a canção.

Quem também recebeu elogios do integrante do Genesis durante sua seleção foi a veterana Bonnie Raitt, que apareceu na lista com a faixa “‘I Can’t Make You Love Me”. Ao falar dela, o músico disse que nunca ouviu uma voz como essa e descreveu a faixa como “uma das melhores canções de amor que já ouvi”.

Dando uma moral para o seu lançamento da época, Phil Collins também incluiu na lista duas versões originais de músicas que estavam no repertório do seu novo disco Going Back: “Heatwave”, de Martha and the Vandellas, e “Uptight”, de Stevie Wonder.

Confira a seguir a lista completa com as 14 músicas preferidas de Phil Collins!

As 14 músicas preferidas de Phil Collins

The Action – “I’ll Keep Holding On”

Led Zeppelin – “When The Levee Breaks”

Wicked – “I’m Not That Girl”

Bonnie Raitt – “I Can’t Make You Love Me”

Babybird – “Back Together”

Martha and the Vandellas – “Heatwave”

Stevie Wonder – “Uptight”

Dusty Springfield – “Some of Your Lovin”

Stevie Wonder – “Blame It on the Sun”

The Temptations – “Papa Was A Rolling Stone”

Eli Stubbs – “Standing in the Shadows of Love”

The Miracles – “Going To A Go-Go”

The Ronnettes – “Do I Love You?”

Martha and the Vandellas – “Jimmy Mack”

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!