Armie Hammer no Rio de Janeiro, 2015
Foto de Armie Hammer via Shutterstock

Depois de passar um tempo afastado da mídia, Armie Hammer finalmente se manifestou sobre as alegações de canibalismo que envolveram seu nome nos últimos três anos.

O ator de Me Chame Pelo Seu Nome (2017) foi acusado em 2021 de ter fantasias canibais após diversas vítimas compartilharam supostas conversas nas redes sociais que mostrariam Armie admitindo abertamente ser “100% canibal”, além de ter comportamentos manipuladores, inclusive de forma abusiva.

Cerca de dois meses depois, Hammer passou a ser investigado pela polícia de Los Angeles (EUA) devido à alegação de uma mulher de que teria sido estuprada em 2017 por mais de quatro horas pelo ator. Ela ainda relatou que ele teria batido sua cabeça na parede e cometido outras agressões.

Os advogados de Armie Hammer negaram as acusações de estupro e ainda apontaram que, cerca de um ano antes, a suposta vítima enviou mensagens sexuais ao ator, como te contamos em mais detalhes aqui.

Em meio às polêmicas, o ator renunciou a futuros personagens no cinema e também saiu de produções como a série sobre O Poderoso Chefão e o filme Shotgun Wedding, que seria estrelado por Jennifer Lopez.

Armie Hammer se manifesta sobre acusações de canibalismo

Armie Hammer participou recentemente do podcast Painful Lessons e, por lá, abordou as alegações de canibalismo pela primeira vez (via The Independent):

As pessoas me chamaram de canibal e todos acreditaram nelas. Eles ficaram tipo, ‘Sim, aquele cara comeu gente’. Tipo, o que? O que você está falando? Você sabe o que é preciso fazer para ser um canibal? Você tem que comer gente! Como vou ser um canibal?! Foi bizarro.

O ator apontou que havia “discrepâncias em tudo o que as pessoas disseram” e declarou que está num momento de sua vida em que fica “grato por cada pedacinho disso”. O astro explicou sua colocação, dizendo que antes das acusações surgirem ele não sabia como se “dar amor” pois o trabalho lhe permitia “obtê-lo de tantas pessoas”. Ele acrescentou:

Na verdade, agora estou em um lugar onde sou muito grato por isso porque, no lugar em que eu estava na minha vida antes de todas essas coisas acontecerem comigo, eu não me sentia bem. Nunca me senti satisfeito. Eu nunca tive o suficiente. Nunca estive em um lugar onde estivesse feliz comigo mesmo, onde tivesse autoestima.

Hammer também comentou que as acusações dos últimos anos causaram “uma morte do ego” e “uma morte na carreira” e por isso decidiu fazer um programa “de 12 passos” para se reestruturar:

É quase como se uma bomba de nêutrons tivesse explodido na minha vida. Isso me matou, matou meu ego, matou todas as pessoas ao meu redor que eu pensava serem meus amigos e que não eram – todas essas pessoas, num piscar de olhos, foram embora. Mas a base ainda estava de pé. Ainda estou aqui, ainda tenho saúde e estou muito grato por isso.

Ainda sobre os efeitos que as acusações tiveram em sua carreira, o artista disse no podcast que não é mais “uma mercadoria viável” para o que ele chama de “sistema de Hollywood”. Armie Hammer disse que, apesar de não estar envolvido em nenhum projeto de atuação, ele tem escrito um roteiro com um amigo.

Você pode assistir ao podcast na íntegra logo abaixo.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! BRASIL

Música brasileira de primeira: MPB, Indie, Rock Nacional, Rap e mais: o melhor das bandas e artistas brasileiros na Playlist TMDQA! Brasil para você ouvir e conhecer agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!