Gary Rossington sobreviveu a acidente de avião com Lynyrd Skynyrd
Reprodução/YouTube

Um dos fundadores do Lynyrd Skynyrd, único integrante que esteve na banda durante toda sua história e último membro original que ainda estava vivo, o guitarrista Gary Rossington faleceu neste domingo (5), aos 71 anos.

A causa da morte não foi revelada pela família, mas nos últimos anos o músico enfrentou diversos problemas cardíacos, e em 2021 passou por uma cirurgia de emergência que o afastou da banda.

Nas redes sociais, o grupo divulgou uma nota em que lamenta o falecimento do lendário guitarrista e menciona outros integrantes do Lynyrd Skynyrd que já nos deixaram.

Leia o comunicado abaixo, e na sequência relembre nesta matéria especial a trágica história de uma das bandas mais importantes do Blues e Country Rock:

É com a nossa mais profunda simpatia e tristeza que informamos que perdemos nosso irmão, amigo, familiar, compositor e guitarrista Gary Rossington hoje. Gary está agora com seus irmãos do Skynyrd e sua família no céu e tocando lindamente, como sempre fez. Por favor, tenham Dale, Mary, Annie e toda a família Rossington em suas orações e respeitem a privacidade da família nesse momento difícil.

Um acidente que mudou a história do Rock

Gary Rossington foi um dos fundadores do Lynyrd Skynyrd em 1964, na Flórida, ao lado do baterista Bob Burns e do baixista Larry Junstrom. O vocalista Ronnie Van Zant e o guitarrista Allen Collins logo se juntaram para a primeira formação da banda.

Entre 1973 e 1977, a banda lançou cinco álbums, incluindo seus maiores sucessos como “Simple Man”, “Free Bird” e “Sweet Home Alabama”, e se tornou um dos grandes nomes do que ficou conhecido como Southern Rock, especialmente graças aos shows repletos de solos virtuosos.

Até que, em 20 de outubro de 1977, apenas três dias após o lançamento do disco Street Survivors, o grupo viveu uma das maiores tragédias da história da música quando três integrantes morreram em um terrível acidente de avião.

O Lynyrd Skynyrd tinha se apresentado na Carolina do Sul e iria viajar para a Louisiana para o próximo show. Eles estavam a bordo do Convair CV-240 que fretavam frequetemente nos últimos meses, com a tripulação de costume.

A aeronave ficou sem combustível perto do final do voo e o piloto tentou um pouso de emergência em um campo aberto perto de Gillsburg, no Mississippi. Mas o avião bateu em uma árvore grande antes de chegar à clareira.

As vítimas foram o vocalista Ronnie Van Zant, o guitarrista Steve Gaines e a backing vocal Cassie Gaines, além de um assistente da banda, o piloto e o co-piloto da aeronave. Gary Rossington sobreviveu à tragédia junto com outras 19 pessoas.

Continua após o vídeo

Falha humana vitimou Lynyrd Skynyrd

No documentário If I Leave Here Tomorrow (2018), o guitarrista relatou que o barulho durante a queda “parecia ser centenas de tacos de beisebol atingindo a fuselagem do avião”. Ele ficou inconsciente e acordou depois de um tempo com a porta do avião em cima dele.

O baterista Artimus Pyle, apesar de ter quebrado algumas costelas, foi o primeiro a conseguir deixar o local da tragédia e pedir ajuda para um morador da região.

A perícia revelou que a aeronave não tinha problemas mecânicos e concluiu que o acidente foi causado por “falta de atenção da equipe ao nível de combustível”. No entanto, o contrato de aluguel do avião dizia que o Lynyrd Skynyrd era responsável pela gestão da tripulação.

Alguns meses depois, veio a público a informação de que o Aerosmith já tinha inspecionado a mesma aeronave para usar na turnê Draw the Line, mas a equipe da banda de Steven Tyler considerou o avião e sua tripulação inadequadas.

Pyle também revelou, anos depois, que o Lynyrd Skynyrd planejava comprar um novo avião para suas viagens assim que chegassem em Louisiana.

LEIA TAMBÉM: “Negligência”: especialista brasileiro explica acidente de avião do Lynyrd Skynyrd

Reunião em 1987 e turnê de despedida em 2023

A banda se desfez logo após o acidente, e a capa do álbum Street Survivors foi alterada, porque a original mostrava os integrantes rodeados por chamas.

Uma década depois, em 1987, o grupo foi reunido por Johnny Van Zant, irmão mais novo do ex-vocalista. Ele convocou os sobreviventes da tragédia — Gary Rossington, Artimus Pyle, Billy Powell e Leon Wilkeson — além de Ed King, guitarrista que tinha estado na banda dois anos antes do acidente.

Em meio a disputas judiciais e mais uma sequência de trocas da integrantes, o Lynyrd Skynyrd se viu logo no ano seguinte sem Pyle, Powell, King e Wilkeson, que voltariam à banda apenas em 1991 e viriam a sair novamente no futuro. Ainda assim, o grupo lançou mais nove discos entre 1991 e 2012.

Em 2018, a banda anunciou uma turnê de despedida, mas segue na atividade e tem shows marcados até setembro de 2023. Por enquanto, aliás, não há informações sobre qualquer mudança na agenda.

Durante toda essa história, o guitarrista Gary Rossington, que inspirou esta matéria especial, foi o único a estar presente em todos os momentos. Um sobrevivente e verdadeira lenda do Rock N’ Roll.

Que descanse em paz!

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!