Pearl Jam e a capa do disco Yield

Por Denor Souza e Tony Aiex

Em 1998, o Pearl Jam chegava ao seu quinto disco e já carregava uma certa pressão para produzir bons álbuns, o que já acontecia naturalmente desde o lançamento do espetacular e clássico Ten, primeiro disco do grupo liderado pelo vocalista Eddie Vedder.

Yield chegava para suceder No Code, lançado dois anos antes sem um bom resultado comercial ou aclamação da crítica, e a banda precisava recuperar a boa fase, voltando às raízes do primeiro disco.

Foi o que aconteceu com o quinto álbum lançado em 03 de fevereiro, há 25 anos.

Yield está entre os grandes disco da extensa discografia do Pearl Jam e foi alavancado por alguns hits que até hoje fazem parte do repertório da banda nos shows, como a belíssima “Low Light” e “Given To Fly”, que foi o primeiro single do disco e acaba de estrear no YouTube com um clipe em HD mostrando imagens de um ensaio em 1998.

Continua após o vídeo

“Do The Evolution” e o Clipe que fez história na MTV

Um ponto forte de Yield foi o clipe de “Do The Evolution”, canção que nem foi um single oficial do álbum mas ganhou um vídeo emblemático assinado por Kevin Altieri (Batman: The Animated Series) e Todd McFarlane, conhecido e celebrado pelos quadrinhos de Spawn e pelo clipe de “Freak On A Leash”, do KoRn.

Após 16 semanas de trabalho intenso, o resultado final do clipe impressiona por trazer animações bastante ferozes que entrelaçam temas ditos na letra da canção, a arte de Yield e um futuro que, se na época parecia distópico, hoje tem traços assustadoramente ligados à realidade.

O lançamento do vídeo não apenas marcou um dos principais pontos em toda carreira do Pearl Jam por causa das suas imagens. Além do impacto visual, ele foi o primeiro clipe oficial de Vedder e companhia desde o trabalho para “Oceans”, faixa do já citado Ten (1991).

Continua após o vídeo

Referências Pessoais

Há diversas referências pessoais e passos marcantes envolvendo os integrantes da banda e a execução de Yield.

A capa do álbum traz uma fotografia da Montana Highway 200 entre as cidades de Lincoln e Great Falls, dando ênfase à placa de “Yield”, que aqui no Brasil é conhecida como “Preferencial”.

De acordo com a banda, a ideia do título e do álbum é de “parar e dar preferência à natureza”, algo bastante presente no livro Ishmael, de Daniel Quinn, que foi lido pelos membros do Pearl Jam durante as gravações do álbum.

Ao explicar o último álbum com Jack Irons na bateria, o guitarrista Mike McCready afirmou:

Eu acho que o nome Yield tem a ver com talvez se tornar mais confortável dentro de si mesmo. Com a banda… estamos todos um pouco mais velhos e mais relaxados e talvez meio que tentando parar e deixar passar todas essas ansiedades e não tentar brigar tanto com elas.

É o que significa para mim – parar e dar a preferncial para que algo aconteça, e aí você segue com isso.

Eddie Vedder também falou sobre o significado e afirmou:

Hipoteticamente falando, o título significa algo. Você só pode lutar pelas coisas até um certo nível, e aí você tem que pensar, ‘Quais são as batalhas reais?’, ‘O que é realmente importante?’

Após a turnê de divulgação do álbum, quem assumiu as baquetas do PJ foi Matt Cameron, também do Soundgarden, que permanece no grupo até hoje.

Yield estreou em segundo lugar nas paradas da Billboard e alcançou disco de platina nos Estados Unidos, fechando muito bem a década de 90 para uma das mais importantes bandas da história do Rock.

Tudo isso com belíssimas canções, guitarras furiosas e um clipe que sempre é lembrado entre os mais marcantes de toda uma geração.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!