Orquestra Frevo do Mundo - Vol.2 (EP)
Arte: Reprodução / Capa do EP

Idealizada pelo músico e produtor Pupillo e pelo produtor artístico Marcelo Soares, a Orquestra Frevo do Mundo surgiu com a ideia de propor uma abordagem pop e inovadora ao mais celebrado gênero da música popular pernambucana.

O objetivo é que o frevo possa transcender fronteiras, alcançar outros públicos e seguir tocando além do período carnavalesco. Pupillo e Soares sempre tiveram a convicção de que essa meta só seria atingida se eles trouxessem a bordo artistas de diferentes cenas e estilos… e é isso que foi feito.

A trajetória da Orquestra Frevo do Mundo

Essa história começou em 2007, ano em que era comemorado o centenário do frevo, com o lançamento de Frevo do Mundo. O disco trazia releituras de clássicos do gênero, como “Fogão” (Sérgio Lisboa), “Recife (Frevo Nº1)” (Antônio Maria) e “O Dia Vem Raiando” (Nelson Ferreira) interpretados por gente gabaritada como Edu Lobo, João Donato, Céu e Mundo Livre S/A.

O projeto hibernou por cerca de uma década e foi reativado na era do streaming sob a alcunha de Orquestra Frevo do Mundo. O primeiro lançamento veio em 2020, também produzido por Pupillo e Marcelo Soares.

Orquestra Frevo do Mundo, Vol. 1 trouxe participações luxuosas de Caetano Veloso, Tulipa Ruiz, Duda Beat, entre outros, cantando hinos da magnitude de “Bloco do Prazer” (Moraes Moreira/Fausto Nilo), “Frevo Mulher” (Zé Ramalho) e “Linda Flor da Madrugada” (Capiba).

Em 2023, o projeto volta a ferver com o lançamento de Orquestra Frevo do Mundo Vol. 2, o seu novíssimo EP. O registro chegou às plataformas digitais no último dia 15 de Fevereiro, às vésperas do Carnaval, e conta com a presença de Nando Reis, Martins e Bala Desejo.

Novo EP da Orquestra Frevo do Mundo

Na hora de pesquisar repertório, os idealizadores buscam canções com características específicas e potencial para extrapolar o ambiente do Carnaval. A escolhida para apresentar o novo trabalho foi “Energia“, lançada como single no início do mês.

A releitura da música escrita por Lula Queiroga conta com o pernambucano Martins no vocal. Frequentemente apontado como um dos destaques da nova geração da música nacional, o cantor de timbre inconfundível entrega uma interpretação extremamente delicada. Sobre o resultado, Marcelo Soares comenta:

O frevo se renova pelo diálogo com outras estéticas musicais, é esse o caminho que o nosso projeto aponta. Demos uma roupagem mais moderna à música, com a voz suave do Martins e tudo mais, porém decidimos manter os metais tradicionais do frevo como uma forma de reverenciar a versão gravada pela Elba Ramalho nos anos 1980, que permanece viva na memória do povo até hoje.

As outras duas faixas são “Chão da Praça” (Moraes Moreira/Fausto Nilo), que conta com a participação da badalada banda carioca Bala Desejo, e “Não Existe Pecado ao Sul do Equador” (Chico Buarque/Ruy Guerra), na voz do titã (sem trocadilho…) do universo pop brasileiro Nando Reis.

Orquestra Frevo do Mundo Vol. 2 é um lançamento da parceria entre os selos Muzak Muzik e Pupillo Música. O projeto foi viabilizado através do patrocínio da OEI (Organização de Estados Ibero-americanos) e seu presidente Raphael Callou. Pupillo reforça o objetivo do projeto em alcançar novos ouvidos e espaços:

O volume 2 da Orquestra Frevo do Mundo segue a proposta de novas abordagens do ritmo pernambucano, no intuito de expandir suas fronteiras e colocar a cultura popular no radar das novas gerações.

Ouça abaixo o EP Orquestra Frevo do Mundo Vol. 2 na íntegra.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! METAL

Nu Metal, Metalcore, Heavy Metal, Thrash e muito mais: todo peso das guitarras aparece na Playlist TMDQA! Metal para você ouvir clássicos e conhecer novas bandas agora mesmo. Siga o TMDQA! no Spotify!