Tom Zé Gal Costa
Reprodução/YouTube

Enquanto diversos artistas e personalidades se manifestaram pela morte de Gal Costa na última quarta-feira (9), aos 77 anos, a internet relembrou uma das maiores homenagens recebidas pela cantora em vida, feita por Tom Zé em 1970.

Na ocasião, o cantor foi convidado para falar sobre Gal em uma edição do programa Ensaio, da TV Cultura, em que ela se apresentou ao lado da banda Som Imaginário, de músicos como Wagner Tiso e Naná Vasconcelos.

Antes de apresentar a música “Sua Estupidez”, de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, Tom Zé deu um depoimento lindo e poético, definindo a artista como poucas vezes se ouviu (assista ao momento mais abaixo):

Sabe uma faca me rasgando? O mundo se acabando? Gal Costa, a cantora. Gal Costa, a mulher. A mulher terrível, a mulher linda, a noiva, a morta, a viúva, a maravilha. É muito difícil falar essas coisas. Gal Costa sempre me trata com choques elétricos. Eu chego para ver ela e não vejo ela, e me arrebato por ela, e me arrebento por ela e me desarrumo por ela. É sempre surpreendente, eu nunca sei o que vai acontecer. Cada vez acontece uma coisa estranha. Cada vez é como se a vida estivesse se partindo, se começando, se acabando. Gal Costa é muito maravilhosa.

Assista ao depoimento histórico de Tom Zé sobre Gal Costa

Tom Zé e Gal tinham quase 60 anos de amizade. Os dois começaram a carreira no início dos anos 60, e em 1968, dois anos antes do vídeo em questão, gravaram juntos o álbum Tropicalia ou Panis et Circencis, marco do movimento tropicalista.

Assista logo acima à declaração de Tom Zé no programa Ensaio, da TV Cultura, bem como a performance de “Sua Estupidez”.

LEIA TAMBÉM: Caetano Veloso vai às lágrimas ao falar sobre Gal na TV

TMDQA! SPOTLIGHT: assine a Newsletter oficial e gratuita do TMDQA! agora mesmo

Lançamentos da semana, Charts, textos exclusivos e muito mais: assine agora mesmo clicando aqui ou inserindo seu e-mail na caixa abaixo.