Kendrick Lamar se transforma em Will Smith e Kanye West
Reprodução / YouTube

Kendrick Lamar lançou em Maio o seu álbum mais pessoal até hoje e recentemente refletiu sobre algumas lutas que enfrentou durante o processo de criação de Mr. Morale & the Big Steppers.

Em entrevista à jornalista Briana Younger, da W Magazine (via Portal RapMais), o aclamado rapper esclareceu que o conteúdo presente no disco sucessor de DAMN. (2017) surgiu de situações que ele foi vivendo ao passar dos anos. Ele explicou:

São coisas que escrevi que agora estão vendo a luz do dia porque eu não estava seguro comigo mesmo para fazer isso… Era realmente sobre não ser inseguro [ou] atormentado por opiniões. Quando eu fiz isso, foi meio que o marco e o crescimento de tudo que eu sempre quis dizer. Eu acho que esse era realmente o meu propósito de escrever, minha saída das coisas que eu estava sentindo, desde os nove anos de idade, até os 35.

Durante o papo, Lamar também apontou que nenhuma parte de sua vida foi desperdiçada, pois todas as vivências fizeram ele chegar a este momento:

Eu nem sou a mesma pessoa de ontem. Isso é o que me mantém criativo. Eu tenho muita disciplina no que diz respeito à repetição — eu não dou a mínima se são mil flexões ou o que quer que seja, mas são sempre aqueles 5% extras que eu fico tipo, ‘O que estou fazendo hoje? Qual será a evolução para mim hoje?’

Apesar de seus outros projetos, incluindo DAMN. e good kid, m.A.A.d city (2012), terem lhe rendido prêmios materiais como Grammys e um Pulitzer, Kendrick revela que sua maior celebração com Mr. Morale foi “a recompensa pela humanidade” que sua música foi capaz de devolver à cultura.

Kendrick Lamar e lições de vida

Em outro momento da entrevista, Kendrick Lamar confessou que foi um desafio ficar tão vulnerável em Mr. Morale & the Big Steppers, já que sua tendência é conseguir manter sua vida privada e de seus familiares protegidas do público. Ele declarou:

Foi difícil para mim. Eu tive que colher quaisquer consequências por trás disso, e também ser compassivo e mostrar empatia se eles fossem feridos por isso.

O rapper ainda revelou que tomou a decisão de manter seu projeto escondido dos amigos e familiares antes de ser lançado já que ele poderia acabar não lançando algumas músicas caso ouvisse opiniões de outras pessoas.

No início deste mês, vale lembrar, Lamar foi o grande vencedor do BET Hip Hop Awards, uma das mais tradicionais premiações do rap estadunidense. O músico, que estava concorrendo em nove categorias, levou seis prêmios — incluindo o de Álbum do Ano. Confira a lista completa de ganhadores aqui.

Abaixo, veja algumas imagens do ensaio de Kendrick Lamar para a W Magazine.

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!