Bethânia Coala
Foto: Stephanie Hahne

Para sua oitava edição — a primeira desde a pandemia — o Coala Festival 2022, que aconteceu dias 16, 17 e 18 de Setembro no Memorial da América Latina, em São Paulo, acertou ao manter as suas principais virtudes, e também ao investir em algumas mudanças.

As virtudes são o line-up diverso, celebrando vários estilos e gerações da música brasileira sem fazer distinção de data e horário, como Gilberto Gil que se apresentou no meio da tarde de sexta-feira.

Outro exemplo foi a explosão de BRIME e BK’, que vieram logo depois da calmaria de Alceu Valença. E tudo isso intercalado com DJ sets de grandes nomes como a Discopédia, projeto dos DJs Dan Dan, Marco e Nyack.

Já as novidades foram as expansões: criado em 2014, essa foi a primeira vez que o Coala teve três datas, e ainda ganhou uma nova área de alimentação e uma pista de música eletrônica do outro lado do Memorial, que também é lindo.

O TMDQA! fez a cobertura completa a convite da MaxMilhas, parceira de viagens do festival, e selecionou abaixo os 5 melhores momentos do Coala 2022, na nossa opinião. Você que esteve lá, concorda?

No fim desta matéria, confira alguns vídeos e fotos exclusivas publicadas no nosso Instagram!

Os 5 melhores momentos do Coala Festival 2022

Gal Costa e seus “gatinhos”, Rubel e Tim Bernardes

Com uma banda simples e competente, que tinha apenas tecladista, baterista e um baixista extremamente versátil, Gal Costa subiu no palco sozinha, toda vestida de preto, para demonstrar a potência da sua voz.

Depois, ela convidou dois grandes nomes da nova geração, Rubel e Tim Bernardes — que chamou de “gatinhos” — para lindas versões de “Tigresa”, “Vapor Barato”, “Baby” e outras, demonstrando muito entrosamento e levantando o público.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa)

Uma tarde quente com Marina Sena

Realizado no fim do inverno paulista, o Coala teve noites de muito frio. Mas Marina Sena aproveitou um momento de sol na tarde de domingo para esquentar todo mundo com o ritmo contagiante de suas músicas e suas dançarinas.

O show é interessante do início ao fim, com uma banda em perfeita sintonia e a vocalista demonstrando muito carisma e talento pra cantar, especialmente com os hits “Por Supuesto” e “Voltei Pra Mim”.

Black Alien exalando amor e gratidão

Enquanto o Planet Hemp, uma das bandas mais relevantes do país, está em plena atividade de reunião, Black Alien optou por continuar fazendo apenas shows solo. E quem assiste a uma apresentação atual dele entende o motivo.

O rapper se basta no palco, com um flow impecável, misturando hits antigos e do sensacional álbum mais recente, Abaixo de Zero: Hello Hell, e o mais importante: a humildade de quem ama o que faz e a gratidão de poder estar ali.

Black Alien Coala Fanny
Foto: Stephanie Hahne

Uma verdadeira celebração com Maria Bethânia

Impossível listar todos os sucessos que Maria Bethânia levou ao Coala. Possivelmente a maior cantora do país, ela faz uma verdadeira celebração à arte brasileira, juntando em “medleys” dezenas de canções de seus compositores favoritos.

Com a incrível percussionista Lan Lanh e outros músicos do naipe do violonista João Camarero, Bethânia é como uma aparição centralizada no palco. Sorridente, descalça e desinibida de qualquer energia negativa, encerrou o festival com chave de ouro.

Bethânia Coala Fanny
Foto: Stephanie Hahne

Liniker cada vez maior

Com o potencial de atrair uma multidão de fãs e também cativar os desavisados que estiverem passando por ali, Liniker tem um show cada vez mais grandioso e divertido.

Com muita simpatia, looks maravilhosos e a potência vocal demonstrada em hits como “Intimidade” e “Zero”, a cantora ainda mostrou sua relevância na música brasileira atual ao ser convidada por Djavan para cantar “Azul”, mais tarde na sexta-feira.

Assista à cobertura do Coala 2022 no Instagram do TMDQA!

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!