Billie Joe Armstrong com o Green Day no Rock In Rio

Quando um show de Rock And Roll começa com Ramones no sistema de som e um coelho rosa bêbado pulando pelo palco, já dá pra imaginar que vem coisa boa por aí, né?

Pois bem, com o Green Day no Rock In Rio foi assim e a banda fez simplesmente a maior festa da edição 2022 do festival até agora.

Conhecido como um dos mais importantes grupos de Punk Rock da história, por fazer uma ponte sólida entre o underground da cena californiana dos Anos 90 e o mainstream, o grupo foi liderado pelo acordadíssimo Billie Joe Armstrong, que conduziu o show como um verdadeiro Mestre de Cerimônias Punk.

Como foi o show do Green Day no Rock In Rio?

Após o coelho doidão passear pelo palco ao som de clássicos de Joan Jett, Queen e mais, a banda subiu ao palco e rapidamente pôde se ouvir a guitarra furiosa de Billie Joe, dando início à ótima “American Idiot”.

Logo de cara, ele fez diversas pausas no som e improvisou berros e passagens para colocar as palavras “Brasil” e “Rio” em todo lugar que podia.

Se normalmente as outras bandas costumam parar para improvisar e alterar suas versões de estúdio lá pro meio do show, bastaram cerca de dois minutos para que a festa tivesse início.

E ela continuou com “Holiday” e “Know Your Enemy”, canção que contou com a presença de uma fã no palco a convite do vocalista.

Por falar em fãs no palco, um dos momentos mais legais de toda noite aconteceu quando Armstrong chamou um casal e disse que rolaria um pedido de casamento por ali.

Ele não apenas veio como também mostrou dois pombinhos que jamais se esquecerão dessa noite: ela cantou um trecho de “Scattered” ao microfone para dizer sim, enquanto ele homenageou Taylor Hawkins, saudoso baterista do Foo Fighters, dizendo que todos sentimos falta dele.

Ao final, ainda tiraram uma selfie com Billie Joe.

Continua após o vídeo

 

Volta às raízes com a era “Dookie”

Com várias fases em sua carreira que já dura quase 40 anos, o grupo ficou amplamente conhecido em épocas e com sonoridades distintas, como em Dookie (1994) e American Idiot (2004).

Pois a era de Dookie foi representada por canções icônicas como “Longview”, “Welcome To Paradise” e “When I Come Around”.

Em todas elas, Billie Joe sacou a guitarra que batizou como “Blue” e que usa desde o início da carreira. Nela, diversos adesivos marcantes para o cara, incluindo um da 924 Gilman Street, lendária casa de shows considerada como um Templo do Punk na região de San Francisco.

Festa, festa e mais festa

Entre clássicos e canções mais voltadas aos fãs, como “Waiting”, “21 Guns”, “Brain Stew” e “St. Jimmy”, o Green Day sempre encontra espaço para celebrar, divertir e se divertir.

Foi o caso com uma cover de “Rock And Roll All Nite”, do KISS, e também da frequente cover de “Knowledge”, do Operation Ivy, que foi entoada no Brasil.

Aqui, a banda transforma a canção originalmente punk em uma catarse coletiva onde chama alguém para tocar guitarra no palco. No Brasil não foi diferente, e uma fã brasileira da banda chamada ao palco mandou ver nos três acordes da canção, pulou no palco ao final e, com certeza, nunca mais se esquecerá dessa noite.

Lembra quando falei da 924 Gilman? Pois o Op Ivy era considerado como uma espécie de “Rolling Stones” do local, talvez a maior e mais influente de lá. E quando acabou, viu dois de seus integrantes formarem o Rancid, outro nome fundamental para o Punk dos Anos 90.

No mesmo tom, “King For A Day” e a cover da tradicionalíssima “Shout” trouxeram instrumentos de sopro, máscaras e os outros membros de apoio do grupo dançando e deitando enquanto eram vistos por milhares.

Fim com lágrimas, explosão e balada

Ao final do show, o Green Day entoou a icônica “Wake Me Up When September Ends” e levou muitos fãs às lágrimas.

Para muito além das piadas sobre o mês em que estamos, a letra da canção fala sobre a morte do pai de Billie Joe, e ficou claro que muitos ali se relacionaram com o tema.

“Jesus Of Suburbia”, peça fundamental da ópera-rock American Idiot, veio ao final antes da balada “Good Riddance (Time Of Your Life)”, que colocou um ponto final em uma noite lendária para todos que estiveram na Cidade do Rock e que viram mais uma exibição de gala do Green Day, um dos melhores grupos ao vivo do Rock já há muito tempo.

Com papel picado, sorrisos no rosto e fogos de artifício, o trio verde encerrou o melhor show do Rock In Rio 2022 até agora.

Setlist

  1. American Idiot
  2. Holiday
  3. Know Your Enemy
  4. Boulevard of Broken Dreams (Com pedido de casamento no palco)
  5. Longview
  6. Welcome to Paradise
  7. Hitchin’ a Ride
  8. Rock and Roll All Nite (KISS cover)
  9. Brain Stew
  10. St. Jimmy
  11. When I Come Around
  12. Waiting
  13. 21 Guns
  14. Minority
  15. Knowledge (Operation Ivy cover)
  16. Basket Case
  17. King for a Day
  18. Shout (The Isley Brothers cover)
  19. Wake Me Up When September Ends
  20. Jesus of Suburbia
  21. Good Riddance (Time Of Your Life)

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar