Carolzinha e Day Limns
Crédito: Az Brunas - Bruna Torralba e Bruna Ferrari

A cantora e compositora catarinense Carolzinha, do duo Carol & Vitoria, vem se aventurando pela primeira vez em um projeto individual. Cheia de personalidade e abraçando uma vibe pop e urbana, a artista lançou recentemente o EP de estreia CARA.

Com 4 faixas inéditas, o registro chega marcado também por ótimas parcerias musicais. Uma delas é com a cantora DAY LIMNS, na faixa “Embalagem“, que critica a forma que o público consome os artistas, buscando conteúdos cada vez mais superficiais, explica Carolzinha:

Nós artistas não temos que ter atrito uns com os outros, temos que nos unir contra a indústria que dita as regras online, que diz que existe o corpo perfeito, o cabelo perfeito, que só x coisas devem engajar, que temos que agir de uma forma y para chegar em algum lugar. É uma crítica a forma como todos nós consumimos o entretenimento e a arte, é uma reflexão para todos nós que a todo momento criamos personagens diferentes e que às vezes não refletem 100% da nossa essência para jogar o jogo do business.

A faixa, produzida por HITMAKER, traz uma mistura de trap, pop e rap e recebeu um videoclipe onde as cantoras aparecem presas em uma caixa, simbolizando essa prisão criada pelas redes sociais e pelo mundo de aparências, onde, muitas vezes, a sociedade não quer a realidade, mas uma narrativa inventada e até mesmo falsa sobre os ídolos.

Aretuza Lovi

Aretuza Lovi
Foto: Divulgação

A diva Aretuza Lovi revelou há poucas semanas a primeira parte de seu novo disco. Intitulado Borogodó pt.1, o álbum conta com oito faixas, incluindo os singles de divulgação “Swing Louco”, “Denguinho” e “Baião de Dois”.

Trazendo participações especiais de Getúlio Abelha, Lia Clark e Thiago Pantaleão, o registro foi escrito durante a pandemia da COVID-19 e marca uma fase de renovação para a cantora goiana. Em sua maioria, as faixas que compõem Borogodó pt.1 homenageiam os ritmos do Norte e Nordeste, que são suas grandes influências musicais, como destaca a artista:

Essa paixão pelo forró, brega, ritmo calypso, rasteirinha, e tantos outros estilos surgiu quando eu ainda era adolescente, em Goiás, e isso fez com que eu saísse do meu estado para conhecer e morar em diversos locais dessas duas regiões. E vale lembrar que por onde passei fui sempre tão bem acolhida, aprendi muito, dancei, me apaixonei, me desiludi, e tudo isso virou histórias e homenagens em forma de música.

Elementos do funk e do pop, ritmos que consagraram Aretuza Lovi, também marcam presença nessa primeira parte do trabalho — é o caso de “Sócia” e “Vitamina”. A segunda, inclusive, fala muito sobre os ataques que a cantora sofre constantemente em suas redes sociais:

É um disco que veio em uma hora muito importante pra mim, estava passando por momentos difíceis em minha vida pessoal, até estava escrevendo um EP, mas aí tive esse insight e decidi mudar tudo e hoje sinto que foi a escolha certa. ‘Borogodó’ me deixou feliz, fez eu me sentir bem de novo e trouxe ainda mais a minha verdade para o público.

Ouça abaixo!

Flavia K

Flavia K
Foto por Carlos Franco

Flavia K é uma das representantes da nova geração de artistas do alt–R&B e indie soul. Com uma identidade futurista e belos arranjos vocais, a cantora, compositora e produtora musical se inovou ao lançar “Float Away”, sua primeira faixa inteiramente em inglês.

A melodia e harmonia do single foram criadas logo após Flavia lançar o disco Janelas Imprevísiveis, em 2019. Três anos depois, resgatando composições antigas para a produção de um novo trabalho, a cantora encontrou no som exatamente a linguagem que queria.

Para a produção da faixa, Flavia K convidou Julio Mossil, já a letra ficou a cargo do amigo australiano Luke Kiernan. A cantora adianta e conta que a canção aborda o fim de um relacionamento:

A canção fala de forma displicente sobre um relacionamento que já não funciona mais, para aquela pessoa ‘float away’, ou seja, flutuar para longe. É aquele momento em que a pessoa percebe que o outro já não aprecia tanto a sua companhia.

Confira a seguir!

Flávia Simão

Flávia Simão
Foto por Vítor Bedetti

A cantora e compositora mineira Flávia Simão vem preparando o lançamento de seu álbum de estreia, Intimo, que será lançado em Setembro, em comemoração aos seus 10 anos de carreira. Abrindo os caminhos para a chegada do registro, a artista divulgou o single e videoclipe “Pudera Eu”.

A faixa propõe uma reflexão sobre os rótulos, obrigações e dificuldades impostas pela sociedade às mulheres e afirma o desejo de se desfazer dessas amarras. A cantora ressalta que o vídeo, dirigido por Rhodes Madureira, vem para mostrar que não é mais possível as mulheres conviverem com a limitação imposta pelo machismo estrutural:

‘Pudera eu’ é um manifesto, uma canção carregada de ironia e sarcasmo sobre o comportamento de uma sociedade machista que sempre dominou, limitou e determinou o comportamento feminino. Por outro lado, trata das dores, dos sonhos, da força necessária e da solidão de todas as mulheres que tentam enfrentar e mudar esse cenário.

Íntimo é o primeiro projeto autoral da cantora mineira. O trabalho traz as referências de estéticas musicais que Flávia vivenciou em sua carreira, principalmente dentro do samba, samba rock, rock, indie e eletrônico e de outros estilos da MPB.

I WANNA BE TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e Rock Alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!