Agradecimento de Dave Mustaine em vídeo

Dave Mustaine relembrou mais uma vez sua saída do Metallica em uma nova entrevista.

O icônico músico conversou com o polêmico podcaster Joe Rogan no programa The Joe Rogan Experience e, por lá, falou sobre o principal ponto que o incomodou após sua demissão da lendária banda em 1983.

Ao ser questionado se ele foi direto para o Megadeth após deixar o Metallica ou se ele levou um tempo pensando em seu próximo passo, o vocalista declarou (via Blabbermouth):

Acho que minha mente passou direto para o Megadeth. Mas também precisei digerir tudo que havia acontecido. O que mais me incomodou foi que eu tinha todas as minhas músicas, deixei para trás e disse: ‘Não use minha música.’ Mas é claro que usaram. Aconteceu no primeiro disco [‘Kill ‘Em All’, de 1983], no segundo [‘Ride the Lightning’, de 1984] e ainda há partes em uma faixa do terceiro [‘Master of Puppets’, de 1986]. Todos os solos do primeiro são meus e foram gravados por Kirk Hammett. Não ficou igual, mas muito próximo. E ele não é um guitarrista ruim.

Rogan perguntou ainda se o líder do Megadeth recebeu royalties pelo uso de suas músicas, e ele disse:

A maioria deles sim, mas Kirk recebeu meus royalties pela música ‘Metal Militia’ por muitos, muitos anos. A descrição consta no cheque, então eu sei que alguém viu que eu não estava sendo pago.

Complicado!

Dave Mustaine reflete sobre saída do Metallica

Em seguida, o apresentador provocou Dave Mustaine dizendo que sente que o músico tem “tristeza e amargura” ao falar do assunto, mas o cantor contesto u, explicando:

Amargura não, eu superei. É apenas dinheiro. No final do dia, minha felicidade, minha família, minha esposa e meus filhos são mais importantes para mim do que qualquer coisa neste mundo. Eu amo nossos fãs. Tenho tantas coisas nesta vida que me deixam feliz. Mas, cara, é minha família.

E, obviamente, meu relacionamento com Deus. Levo isso de forma muito, muito pessoal. E eu não falo com as pessoas sobre isso, eu não pressiono. É algo meu. Tinha 20 anos quando estava no Metallica, hoje estou com 60. Sou um vencedor do Grammy e um autor best-seller do New York Times.

A entrevista na íntegra está disponível no Spotify.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!

 

Compartilhar